Send to Kindle


Resumo

Introdução

Todos aqueles que se sentem animados pelo desejo de acertar, de melhorar seriamente ou de modificar radicalmente sua concepção da organização do ensino da Educação Física, dos Esportes e do Lazer, descobrirão progressivamente neste livro tudo o que é necessário para os "esclarecer", "guiar" e "ajudar" e tudo isso de acordo com sua própria personalidade e dentro do maior respeito às instruções oficiais do País.

Um ano de trabalho nesse sentido será suficiente a todos os que desejarem tentar a experiência, para se dar conta, muito rapidamente, do interesse e da satisfação geral manifestada pelos alunos face ao seu progresso, aos resultados esportivos alcançados e à evolução de sua mentalidade.

Os professores, treinadores e outros responsáveis constatarão quão mais agradável e apaixonante se tornará seu trabalho, muito mais fácil e produtivo em todos os aspectos, para o bem dos alunos e do País.

Esta obra é a consagração de doze anos de experiência e de realizações em um estabelecimento de ensino público, misto, de mil alunos entre 11 e 15 anos, guiadas por uma preocupação permanente de pesquisa, em função da evolução de ideais e das necessidades da juventude, num mundo de civilização industrial cada vez mais mecanizada.

Ela relata com a maior exatidão uma concepção da organização do ensino das atividades "FísÍcas", "Esportivas" e de "Lazer".

Expressa uma concepção facilmente adaptável a todos os meios, sejam escolar ou universitário, profissionalizante (SESI. SESC, ...), centros esportivos estaduais ou municipais, clubes, organizações militares...

Neste livro procuramos demonstrar, da maneira mais simples e precisa, como é possível:

- Praticar uma verdadeira educação a partir dos aspectos "físicos", "sociais" e "morais" que emanam dos quatro pontos diretores para todo o programa de ensino da Educação Física ou do Treinamento Esportivo (o treinamento físico de uma equipe de Futebol foi escolhido como exemplo).

- Dispor, de maneira natural, fácil e ao mesmo tempo eficaz, o problema do Esporte para Todos e do Esporte de Alto Nível.

- Demonstrar a evolução pedagógica baseada no bom senso e na lógica, tendo por ponto de partida uma hierarquia de valores momentânea, que se apresenta sob a forma de grupos de trabalho homogêneos em cada uma das inúmeras atividades individuais e sob a forma de divisões em cada uma das atividades coletivas {esporte coletivo e revezamento).

Essas duas formas têm a vantagem de permitir ao praticante trabalhar de maneira agradável e progredir rapidamente no grupo correspondente ao seu valor em cada disciplina, além de obter simultaneamente, em permanência nessa disciplina, a elite do momento.

Sobre o plano escolar, a organização "administrativa", "pedagógica" e "técnica" tem por célula básica "a classe" com seus dois "clubes", ponto de partida de toda evolução.

No interior dessa mesma classe, o aluno, sentindo-se cada vez mais responsável, vai conduzir progressivamente o professor a tornar-se um guia, um conselheiro apreciado e procurado: o amigo, amado de todos os seus alunos, dos mais fortes aos menos dotados.

O leitor, responsável pela educação da juventude, vai descobrir como os importantes problemas da. preparação para a ocupação condigna do tempo livre de nossos alunos e de seu lazer futuro de adultos foram encarados e regularizados definitivamente.

Ele constatará quão útil e eficaz foi a criação de um clube de lazer no colégio (com suas trinta e sete seções), com um espírito bem diferente daquele de um clube habitual. Dar-se-á conta, rapidamente, de que a criação e a introdução de atividades físicas não tradicionais, como o "tênis", a "vela", a "esgrima" (inexistentes mesmo na cidade, na época) e outras atividades de caráter cultural, artístico e profissional, puderam ser realizadas graças à compreensão, a colaboração desinteressada e a união de todos: pais de alunos, organizações externas e a direção, administração, professores e alunos do estabelecimento.

Todas essas realizações têm como base e raízes uma sólida organização articulada por uma animação incomum, porém realizável, sem a qual todos os objetivos "educativos", "esportivos" e "sociais" não teriam sido atingidos com tamanho sucesso.

Esse sucesso foi concretizado pelo fato de que, durante os quatro anos passados em nosso colégio, cada aluno, menino ou menina de 11 a 15 anos (idade decisiva para toda a orientação), recebeu uma real e completa formação educacional e esportiva. Com efeito, ele pode melhorar seriamente sua educação de futuro cidadão responsável, ao receber uma educação esportiva generalizada, variada e completa, de acordo com as possibilidades do estabelecimento,

Como todos os alunos, pode participar de todos os campeonatos internos de seu nível, de todas as disciplinas do programa. Classificado entre a elite, momentaneamente, em uma determinada atividade, ele pode representar seu colégio com prazer, dignidade e sucesso, em todas as competições oficiais ou amistosas.

Se bem dotado esportiva mente, tem a possibilidade de se orientar muito jovem na atividade de sua escolha e a oportunidade de aderir a uma seção especializada de um Clube ou Centro Esportivo, fora do estabelecimento, sem contudo descuidar da regularidade de sua participação nas atividades físicas do colégio.

Ele pode. igualmente, descobrir e se orientar em uma ou várias atividades não tradicionais ou de caráter cultural ou artístico, que poderá praticar durante toda a sua vida. seja sozinho, em família ou em grupo, para ocupar sadia e utilmente seu tempo de lazer.

Enfim, graças à precisão e eficácia dessa concepção da organização do ensino, ele pode se preparar satisfatoriamente para o seu ingresso no 2.° grau escolar, onde deverá poder praticar atividades de acordo com sua escolha.

Mais tarde, se ingressa ma Universidade, com sua formação assim melhorada, deverá poder optar por uma ou duas atividades tradicionais ou não. praticadas seja sob a forma de "treinamento" e "lazer" ou de treinamento com vistas a alta competição.

Não há a menor dúvida de que uma tal concepção da organização do ensino da Educação Física, dos Esportes e do Lazer, se for generalizada e aplicada com seriedade, inteligência e competência - sem jamais perder de vista o objetivo educacional -, virá concorrer decisivamente para a renovação (por todos desejada) da saúde física, do espírito esportivo da população e da representação esportiva digna da Nação, nos confrontos internacionais e olímpicos.

Tal é nosso mais almejado voto!  

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2018 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.