Jacotot-rancière ou a Dissonância de Uma Pedagogia (felizmente) Pessimista (debate)

Por: Carlos Skliar.

Educação e Sociedade - v.24 - n.82 - 2003

Send to Kindle


Resumo

Este artigo tem a pretensão de conversar com o livro O mestre ignorante, de Jacques Rancière, mas não o de resenhá-lo, quer dizer, não o de dar explicações sobre o seu conteúdo e sobre as suas tanto prováveis quanto improváveis finalidades educativas. Para tal objetivo, resgato a leitura de alguns dos princípios filosóficos - dentre eles: a inversão da lógica da explicação, o malefício da compreensão, a pedagogia como tradução e contra-tradução, e a lição do poeta - os quais, como dissonâncias pedagógicas, parecem ter caracterizado a aventura e a experiência intelectual de Joseph Jacotot, um pedagogo francês do início do século XIX.

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.