Jiu-jitsu Brasileiro: Notas Sobre a Transposição da Arte Marcial Para o Esporte Espetáculo

Por: , Fernando Luiz Menezes Araújo, João Victor de Melo Silva Rodrigues e Jorge Felipe Columá.

Arquivos de Ciências do Esporte - v.6 - n.1 - 2018

Send to Kindle


Resumo

O Jiu-Jitsu tinha a busca pela finalização como tradição. No entanto, com a esportivização busca-se a pontuação. Nesse sentido, o objetivo deste artigo é tecer algumas notas sobre as transformações que perpassam pela história do Jiu-Jitsu brasileiro e a influência dos espetáculos na expansão do esporte. Então, foi realizada uma pesquisa bibliográfica que permitiu tecer algumas notas sobre os desafios que causaram o nascimento do UFC e do Pride, eventos responsáveis pela expansão da modalidade. Sobre influência da mídia o UFC implicou transformações nas regras e pontuações para que o esporte desempenhasse sua função de espetáculo para a população mundial.

Referências

Mocarzel R; Columá J. Lutas e artes marciais: aspectos educacionais, sociais e lúdicos. Rio de Janeiro: SUAM; 2015.

Gracie R. Brazilian Jiu-Jitsu: teoria e técnica. Rio de Janeiro: Ediouro, 2003.

Rufino LGB; Darido SC. O jiu-jitsu brasileiro nas três dimensões dos conteúdos nas aulas de educação física escolar. IV Colóquio de Pesquisa Qualitativa em Motricidade Humanas: As Lutas no Contexto da Motricidade 4. 2009.

Gracie H. Gracie Jiu-Jitsu. Editora Saraiva; São Paulo, 2010.

Vasques DG. As artes marciais mistas (MMA) como esporte moderno: entre a busca da excitação e a tolerância à violência. Esporte e Sociedade, Rio de Janeiro 8.22, 2013.

Maçaneiro GGB. Do Judô ao Gracie Jiu-Jitsu: A influência do judô Kodokan na idealização e no desenvolvimento do Jiu-Jitsu brasileiro. TCC (Graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Desportos. Curso de Graduação em Educação Física. 2012.

Rufino LGB; Martins CJ. O jiu-jitsu brasileiro em extensão. Revista Ciência em Extensão, Vol. 7, n. 2, p. 84-101, 2011.

Torezani JN. A Transmissão dos Eventos da UFC pela Rede Globo: uma análise pelas Teorias de Construção Social. Anais [Da]. Intercom–Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação. XIV Congresso de Ciências da Comunicação na Região Nordeste–Recife-PE–14 a. Vol. 16. No. 06. 2012.

Vasques DG; Beltrão J. MMA e Educação Física Escolar: a luta vai começar. Movimento, vol 19, n. 4, p. 289-308, 2013.

Endereço: http://seer.uftm.edu.br/revistaeletronica/index.php/aces/article/view/2241

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.