Jogo, Celebração, Memória e Identidade: Reconstrução da Trajetória de Criação, Implementação e Difusão dos Jogos Indígenas no Brasil (1996-2009)

Por: (Organizador), Olga R. de Moraes Von Simson (Organizador) e (Organizador).

176 páginas. Editora Curt Nimuendajú. 2011

Send to Kindle


Sobre a Obra

O importante não é competir, mas celebrar. Com esse dístico, os irmãos Marcos e Carlos Terena conceberam os Jogos dos Povos Indígenas, que se realizaram 10 vezes entre 1996 e 2009. O projeto de pesquisa que também dá o título a este livro trtou de registrar e interpretar a história desse evneto singular, e esta obra dá divulgação aos seus resultados.

Criado e executado sob a coordenação de pesquisadoras da UNICAMP, do Laboratório de Estudos Avançados em Jornalismo (Labjor), do Laboratório de Antropologia Bio-Cultural (da Faculdade de Educação Física), e do Centro de Memória da Educação (da Faculdade de Educação), o projeto contou com o apoio da Secretaria de Desenvolvimento de Esporte e de Lazer (ME) e do Comitê intertribal - Memória e Ciência Indígena.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.