Send to Kindle


Resumo

Esta pesquisa teve como objetivo identificar a natureza dos Jogos Escolares Brasileiros à luz das informações colhidas mediante reconstituição de sua história. Neste esteio, optou-se pela análise documental dos Boletins dos jogos entre os anos 1969 e 2010. Com base nos dados colhidos verificou se possibilidade de obter informações em duas diferentes frentes: a primeira relacionada às questões estratégicas e a segunda a questões operacionais. Os 41 anos de jogos foram divididos em quatro fases. Durante todo este período os jogos tiveram como principal fonte de financiamento os recursos federais. Quanto a sua organização, nas duas primeiras fases o órgão homólogo ao atual Ministério do Esporte foi o principal responsável. Na terceira fase, esta função foi compartilhada com o Comitê Olímpico Brasileiro (COB), tendo este último assumido o protagonismo na organização do evento na quarta fase. Todas as fases compartilharam o escopo da formação integral do aluno e o desenvolvimento do esporte na escola. Com exceção da segunda fase, as demais fomentaram a descoberta de talentos esportivos. Observou-se, ainda, que o crescente envolvimento da escola no processo e a fonte de financiamento de formato sustentável na quarta fase, possibilitaram uma maior participação dos alunos nos Jogos Escolares Brasileiros.

Endereço: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=273023568116

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.