Jogos Mundiais da Natureza: Apontamento Para Possíveis Análises Conceituais Sociológicas e Interpretações Classificatórias dos Esportes de Contato com a Natureza

Por: .

Políticas Públicas e Esporte no Brasil.

Send to Kindle


Resumo

No dia 27 de setembro de 1997, tiveram início os 1º Jogos Mundiais da Natureza em Foz do Iguaçu, Paraná, Brasil. A cerimônia de abertura foi no Parque Nacional do Iguaçu, com vistas para as Cataratas do Iguaçu, e contou com a presença do então presidente do Brasil – Fernando Henrique Cardoso –, do presidente do Paraguai – Juan Carlos Wasmosy –, o ministro extraordinário dos esportes – Edson Arantes do Nascimento (Pelé) –, entre outros políticos e esportistas.

As características principais que definiram os esportes incluídos nos Jogos Mundiais da Natureza (JMN) foram práticas esportivas em contato com a natureza, em que as possibilidades naturais (rios, cataratas) foram características fundamentais. O que se procurava era promover uma parceria entre o homem e a natureza, através do esporte. E havia outro objetivo: organizar a competição em modalidades que, depois de encerrados os jogos, pudessem ser praticadas na região por pessoas comuns, durante todo o ano.

O lançamento dos JMN ressaltou o conceito de esportes de translação[1], que integra o homem à natureza, definindo cenários de grandes dimensões sem agressão. Como exemplo de esportes de translação podemos citar a vela, que teve início na cidade de Guaíra e a chegada em Foz do Iguaçu, mantendo, durante os sete dias de competição, um caráter inovador e de aventura.

As atividades esportivas praticadas em contato com a natureza foram utilizadas como alavanca para o desenvolvimento turístico e econômico da região, mas como elas não fazem parte do habitus destes moradores, elas deveriam ser assimiladas aos poucos para que o objetivo do projeto fosse atingido.

As modalidades esportivas dos JMN tiveram caráter competitivo e foram praticadas por atletas de alto nível, para que as pessoas pudessem conhecer esses esportes e, ao final dos jogos, a prática dessas modalidades fossem oportunizadas na região costa oeste, com o objetivo de lazer para a população local e turistas. A maioria dessas modalidades não exige muito tempo de treinamento. Pode-se praticar rafting, rapel e outra modalidade num mesmo fim de semana, depois de instruções básicas.

 

[1]  O termo “esportes de translação” é utilizado para definir as modalidades esportivas que se iniciam em uma cidade e terminam em outra, passando por vários municípios no decorrer do percurso.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.