Jogos Olímpicos 2016: Megaeventos no Brasil e as Políticas Públicas de Esporte e Lazer

Por: C. L. Silva e N. S. Patreze.

69º Reunião Anual da SBPC

Send to Kindle


Resumo

Este trabalho tem como objetivo analisar os impactos sociais positivos e negativos dos Jogos Olímpicos de 2016 para gestores de políticas públicas de esporte e lazer e frequentadores de parques públicos. Foi realizada pesquisa bibliográfica e de campo, sendo este estudo qualitativo e quantitativo. Fizemos um levantamento bibliográfico acerca dos megaeventos esportivos no Brasil e as políticas públicas de esporte e lazer e realizamos entrevistas semiestruturadas com gestores de políticas públicas de esporte e lazer e entrega de questionários para frequentadores de parques públicos. Os principais impactos sociais positivos citados pelos gestores entrevistados foi educação olímpica e a estrutura que ficará para a cidade. Já como impacto social negativo os aspectos mais apontados pelos gestores foram os custos elevados e deslocamento de pessoas. Os frequentadores de parques públicos apontaram como impacto social positivo a interação social e como negativo os custos econômicos

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.