Jornalista Precisa de Conselho?

Por: Pedro Venceslau.

Imprensa - v.16 - n.176 - 2002

Send to Kindle


Resumo

No dia 1° de novembro , a bombástica liminar da juíza Carla Rister, qu e acabou com a obrigatoriedade do diploma para o exercício da profissão d e jornalista, faz aniversário e completa um ano em vigor .

Nesse período, milhares de novos registros profissionais foram concedidos , inclusive para pessoas sem nenhum grau de instrução . E o mercado fico u ainda mais inchado.

No ano que vem, entretanto, muita coisa deve mudar na rotina da s redações . Sem alarde, a FENAJ (Federação Nacional dos Jornalistas ) aproveitou a crise de identidade que se instalou entre os Sindicatos e conseguiu convencer todas as entidades do país a brigar por um projet o antigo e polêmico da categoria : a criação de um Conselho Federal e de u m Código de Etica para o Jornalismo . A idéia é criar uma entidade e um estatut o nos moldes da OAB e do CRM . Ou seja, uma autarquia com poder de caça r diplomas, advertir publicamente profissionais e empresas ou ainda manda r prender quem estiver exercendo ilegalmente a profissão . Em suma : do Conselho para frente, tudo será diferente .
 

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2018 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.