José da Silva Lisboa, José Bonifácio e Martim Francisco: Discussões Sobre Educação no Império do Brasil

Por: Dalvit Greiner de Paula e Vera Lúcia Nogueira.

Revista Brasileira de Educação - ANPED - v.22 - n.71 - 2017

Send to Kindle


Resumo

O objetivo deste artigo é destacar alguns elementos do debate sobre a educação brasileira no início do Império do Brasil (1822-1827), identificando princípios e valores do Liberalismo aplicados à instrução pública. Para isso, analisamos o pensamento de Silva Lisboa e dos irmãos Martim Francisco e José Bonifácio. Usamos jornais, panfletos e Anais da Constituinte de 1823, bem como Memórias de Martim Francisco, perpassando as obras Constituição Moral e Deveres do Cidadão, de Silva Lisboa, e Projetos para o Brasil, de José Bonifácio. Para a interpretação dos dados, nos inspiramos na História Cultural, como sugerido por Roger Chartier. Assim, percebemos os conceitos caros ao Liberalismo, liberdade e felicidade, bem como a necessidade de um sistema educacional que mobilizasse o Estado na construção e na instrução da nação. Dessa maneira, apesar de concepções diferentes, os três terminavam por enxergar a necessidade da educação para a nova nação.

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_issuetoc&pid=1413-247820170004&lng=pt&nrm=iso

Comentários


:-)





© 1996-2018 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.