Judô Infantil: Existe Uma Idade Ideal Para Começar a Competir?

Por: Denis Foster, Leonardo da Silva e .

Lecturas en Educación Física y Deportes - v.23 - n.241 - 2018

Send to Kindle


Resumo

O judô, mesmo que seja pedagogicamente um dos melhores esportes para crianças, quando mal utilizado, pode gerar alguns riscos para a sua formação. Infantes têm sido submetidos à especialização esportiva muito cedo com o objetivo de torná-los campeões. Esta pesquisa tem como escopo identificar qual a idade ideal, através da visão de professores que atuam como técnicos/treinadores e professores, para que os alunos possam ser iniciados no processo competição esportivos em eventos oficiais ou não oficiais (escolares). Analisamos se a possibilidade de especialização precoce está ocorrendo com alunos de turmas iniciais. Para tal, observou-se se ao aprender algumas técnicas (amortecer queda e derrubar), a criança encontra-se apta a participar de competições.Verificamos qual a finalidade, quando utilizada, da técnica de preferência (tokui-waza) nas aulas de iniciação. Na metodologia, foram utilizados questionários estruturados, compostos por 5 questões, constituídos da idade mínima para competir em eventos federativos ou escolares. Sobre a relação de aprendizagem de técnicas e o competir. Sobre metodologias pedagógicas de ensino/aprendizagem e o treinamento da técnica de preferência do aluno. A amostra da pesquisa é composta por professores de judô, faixas-pretas. Foram feitas análises de editais de torneios/competições expedidos por órgãos promotores de eventos de judô, observando a idade mínima ofertada para o referido evento. Por fim, tratamos de apresentar perspectivas em relação ao processo de ensino e aprendizagem e suas implicações na formação da criança.

Endereço: https://www.efdeportes.com/index.php/EFDeportes/article/view/89

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.