Julgamento de Lances Futebolísticos: Comparação Entre árbitros de Futebol e Torcedores

Por: Antonio Roazzi, Bruno Campello de Souza e Santana Moura.

Interamerican Journal Of Psychology - v.42 - n.26 - 2009

Send to Kindle


Resumo

O objetivo deste artigo é apresentar um estudo comparativo entre árbitros de futebol e torcedores quanto à adoção de critérios, no julgamento de lances futebolísticos. De acordo com as teorias de Jean Piaget e Lawrence Kohlberg, considerou-se que este tema está relacionado ao julgamento moral. A amostra foi composta por 61 árbitros e 30 torcedores, residentes em dois estados do Nordeste brasileiro, com média de idade de 34 anos, todos do sexo masculino. Os participantes responderam, por escrito, a oito situações hipotéticas futebolísticas e não futebolísticas. Embora, historicamente, esses grupos tenham sempre estado em lados opostos nos campos de futebol, na presente investigação científica, de um modo geral, os resultados não expressaram significativo distanciamento entre as posições dos dois. Nas situações futebolísticas, contudo, os árbitros se mostraram mais deontológicos e os torcedores mais sociais. Na maioria das vezes, ambos apresentaram objeção às injustiças contidas nas situações propostas e se mostraram coerentes com esta posição em seus julgamentos. O estudo agregou conhecimentos ao campo de estudo do julgamento moral e serviu de base para se conhecer melhor os critérios de julgamento utilizados por árbitros, frente a lances futebolísticos, abrindo possibilidades para a realização de novas pesquisas na interface entre a Psicologia e o futebol.

Endereço: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?pid=S0034-96902009000200019&script=sci_arttext

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.