Juventudes e Medida Socioeducativa: o Olhar dos Agentes Pedagógicos Sobre as Práticas de Lazer

Por: Bruno Modesto Silvestre, Dayane Ferraz Lacerda Trentin e .

Pensar a Prática - v.21 - n.4 - 2018

Send to Kindle


Resumo

Esta pesquisa teve por objetivo investigar qual a perspectiva dos agentes pedagógicos sobre as práticas de lazer de adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa na cidade de Campinas – SP. Para tal, baseou-se na análise de documentos relacionados ao Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo e na realização de entrevistas semiestruturadas com agentes pedagógicos envolvidos nesse âmbito. Os dados foram relacionados entre si com a finalidade de se apreender como a legislação e o campo prático interagem e se influenciam. Foi possível identificar a existência de práticas de lazer no contexto das medidas socioeducativas e concepções de lazer voltadas à prática da liberdade. Todavia averiguou-se que essas práticas são permeadas por concepções funcionalistas de lazer. 

Endereço: https://doi.org/10.5216/rpp.v21i4.50848

Tags: Nenhuma cadastrada :(

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.