Send to Kindle


Resumo

Kostas Axelos (1924-2010) é um filósofo grego cujo pensamento, sendo influenciado por autores tão importantes e diversos tais como, entre outros, Heraclito, Marx e Heidegger, revela uma originalidade indiscutível e uma importância nem sempre tão reconhecida como seria merecido. Na filosofia de Kostas Axelos, o conceito de jogo ocupa uma posição muito relevante. Desde logo, porque, de acordo com o filósofo grego, o Homem não se encontra em face do Mundo. Por exemplo, não é rigoroso dizer-se que o Homem contempla o Mundo. Ou que o Homem transforma o Mundo. Menos ainda que o Homem comanda o Mundo. Neste sentido, Kostas Axelos demarca-se nitidamente do movimento essencial que define o que poderíamos chamar pensamento da filosofia moderna, segundo o qual a relação entre o Homem e o Mundo se traduz no binómio sujeito-objecto. Essa relação assume para Axelos uma outra configuração, a saber, a do Jogo do Mundo. Quem joga o jogo do Mundo? O Homem, certamente. Mas, no mesmo lance em que joga, é também jogado por esse Jogo que, constantemente, o implica e também o transcende. A presente comunicação visa, para além de apresentar as linhas principais da filosofia de Kostas Axelos, indicar o lugar que ele ocupa no conjunto dos filósofos do século XX que dedicaram ao conceito de jogo uma especial atenção (nomeadamente Huizinga, Fink, Gadamer e Derrida), bem como desenhar pistas que permitam repensar filosoficamente e de forma estimulante o desporto, entendido antes de mais como jogo e competição.

Endereço: http://www.fade.up.pt/rpcd/entradaPT.html

Tags: Nenhuma cadastrada :(

Comentários


:-)





© 1996-2016 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.