Lauro de Oliveira Lima e a Escola Secundária: Um Estudo de Sua Produção Intelectual Ao Longo de Sua Trajetória Profissional (1945-1964)

Por: Daniel Revah e Lia Marcia Ando.

133 páginas. 2015 15/12/2015

Send to Kindle


Resumo

Esta é uma investigação sobre uma proposta de renovação pedagógica do educador Lauro de Oliveira Lima para o ensino secundário (ginásio e colégio) nos anos 1950-60, tomando por base estudos de sua produção intelectual ao longo de sua trajetória profissional. Trata-se de uma didática formulada sobre a teoria da epistemologia genética do cientista Jean Piaget e que foi denominada método psicogenético. A proposta consistia em colocar o aluno de forma ativa e participativa no aprendizado, em substituição ao sistema pedagógico tradicional em que prevaleciam o verbalismo do professor e a memorização dos conteúdos. Mediante trabalhos em grupo, com o uso de pesquisa e atividades dinâmicas, o aluno era desafiado a solucionar situações-problemas num processo sequencial de evolução, de modo que desenvolvesse sentimentos de solidariedade, cooperação e reciprocidade e atingisse o amadurecimento do pensamento (até chegar ao pensamento reflexivo) e da moral (atingir a fase de autonomia). O método foi desenvolvido, aplicado e ensinado pelo seu criador, Lauro de Oliveira Lima, nos cursos promovidos pela Campanha de Aperfeiçoamento do Ensino Secundário (CADES) para preparar os professores aos exames que os habilitavam a dar aulas nas escolas secundárias no período de expansão deste nível de ensino. A proposta pedagógica, que envolvia sugestões de planejamento, organização administrativa, currículo, recursos materiais, processos de avaliação, entre outros assuntos, foi difundida pelos textos de Lauro de Oliveira Lima que se configuravam em artigos de periódicos e livros, entre os quais A Escola Secundária Moderna: organização, métodos e processos, que chegou a onze edições. O estudo desses impressos segue princípios da História Cultural em que o pensamento de determinado autor não é separado das suas condições de produção e difusão, sempre sendo importante a forma material na qual suas ideias são veiculadas, pois a materialidade do suporte também produz sentidos que devem ser considerados. Depois de ocupar o mais alto posto do ensino secundário no Ministério da Educação e Cultura antes do golpe militar, Lauro de Oliveira Lima muda sua trajetória profissional para atividades empresariais, entre as quais funda uma instituição educacional para aplicar o método psicogenético a crianças pequenas. Fortemente identificado com as concepções de Jean Piaget, a partir de meados da década de 1980 ? precisamente no período em que no campo educacional mais se falou deste cientista e do construtivismo, muito vinculados à alfabetização e aos primeiros níveis do ensino ?, sua presença e seu nome nos debates educacionais tendem a se apagar, não sendo hoje referência na atual formação de professores, especialmente na educação infantil e anos iniciais do ensino fundamental. Um indício de que as marcas de suas ideias e obras ligadas ao ensino secundário e a determinado método foram decisivas na sua trajetória.

Endereço: https://www.repositorio.unifesp.br/handle/11600/47773

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.