Lazer e Educação Ambiental: a Estratégia dos Jogos e Brincadeiras

Por: , Cristiane Naomi Kawaguti, , e Juliana de Paula Figueiredo.

XXIII ENAREL - Encontro Nacional de Recreação e Lazer

Send to Kindle


Resumo

Este estudo, de natureza qualitativa, teve por objetivo investigar a visão de estudantes universitários e professores participantes de um curso de jogos e brincadeiras de educação
ambiental sobre as contribuições do curso para a abordagem da temática, a utilização de atividades lúdicas para a disseminação de valores a respeito da educação ambiental e as estratégias
pedagógicas utilizadas para aplicação das atividades. O estudo contemplou união de pesquisa bibliográfica e exploratória. Foi utilizado como instrumento, um questionário contendo perguntas
abertas, aplicado a uma amostra intencional de 13 sujeitos. Os dados foram analisados descritivamente e indicaram que, no que se refere ao contexto lúdico associado às questões ambientais,
pode-se notar que esta fusão é permeada pela possibilidade de inúmeras contribuições no processo ensino-aprendizagem, tais como a facilitação da transmissão de valores e conhecimentos e maior interesse do público alvo. No que concerne às estratégias pedagógicas utilizadas para o desenvolvimento das atividades, foram citadas a cooperação, a socialização e a interação dos participantes, entre outras. Todos os  rofissionais avaliaram as atividades lúdicas positivamente, enfatizando a importância desses jogos e brincadeiras para a complementação de aspectos teóricos e maior consistência na assimilação do conteúdo, processo que facilita a construção de valores pró-ambientais em diferentes faixas etárias.

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.