Lazer e Gênero na Torcida Galoucura

Por: .

XXV ENAREL - Encontro Nacional de Recreação e Lazer

Send to Kindle


Resumo

Entendo o lazer como vivência e possibilidade concreta de exercer a cultura e a experiência de cidadania como um direito conquistado e que deve ser apropriado sem distinção de classe econômica, religião, gênero, raça e outros. Ressalto que os valores atribuídos ao lazer nos dias de hoje possuem uma relação dialética com a cultura, relação essa estabelecida com o trabalho, a família, a religião, a educação, a política, entre outras, e que são construídas histórica e socialmente. (SILVA, 2012). De acordo com Goellner (2004), “os sujeitos não são apenas homens ou mulheres, mas homens e mulheres de várias raças, classes, religiões, idades etc., portanto, há diferentes mulheres e homens. Essa compreensão faz com que a expressão ‘estereótipos masculinos e/ou femininos’ seja negligenciada em detrimento da utilização, por exemplo, de temas como masculinidade e feminilidade.

Ver Arquivo (PDF)

Tags: ,

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.