Lazer na Infância: possibilidades e Limites Para Vivência do Lazer em Espaços da Periferia de Curitiba/Paraná

Por: Aline Tschoke.

90 páginas. 2010 10/09/2010

Send to Kindle


Resumo

Este trabalho tematiza os espaços destinados ao lazer das crianças, localizados em uma área de vulnerabilidade social do Bairro Uberaba, na cidade de Curitiba, sua constituição, usos e formas de apropriação. Esta investigação foi desenvolvida em uma abordagem qualitativa, fundamentalmente empírica. Os instrumentos metodológicos utilizados foram: aplicação do protocolo de análise descritiva nos espaços públicos; observação das formas de apropriação dos espaços em diferentes tempos; entrevistas com lideranças locais e análise interpretativa utilizando a triangulação dos dados coletados. Os espaços públicos de lazer das crianças identificados nessa pesquisa foram: (1) jardinete, (2) praças, (1) escola e o espaço da rua. Conclui-se que existem poucas possibilidades para a vivência do lazer infantil nos espaços delimitados na pesquisa, as quais, quando experienciadas, são favorecidas pela oferta de alguns equipamentos e por ações isoladas de iniciativas comunitárias, entretanto, os espaços se encontram esvaziados. Também emergem limites que dificultam e até mesmo impedem a apropriação por parte das crianças, tais como: violência, o vazio dos espaços, a raridade de ações no âmbito do esporte e lazer, a ausência dos pais no cotidiano, assim como questões relacionadas a gestão e administração dos espaços. Considera-se que a infância dessas crianças está sendo vivida de forma reduzida e são poucas as possibilidades nesse contexto para a vivência do lazer.

Endereço: http://hdl.handle.net/1884/24220

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.