Lazer e Mídia em Culturas Juvenis: uma abordagem da vida cotidiana

Por: .

192 páginas. 2005 10/05/2005

Send to Kindle


Resumo

Este trabalho objetivou agregar elementos teóricos-conceituais e evidências empíricas reunidos numa discussão, visando estabelecer uma compreensão das relações entre discurso midiático (presença, importância e seus desdobramentos) em relação ao lazer em culturas juvenis, numa perspectiva da sociologia dialética da vida cotidiana. Parece evidente a relevância dos meios de comunicação enquanto indústria midiática na contemporaneidade, dado o seu poder de alcance e a sua força para formar e constituir teias sociais de pensamentos, hábitos e modos de vida, em que as manifestações do Lazer, enquanto fenômeno social, tem a cada dia maior incidência na conformação da subjetividade e de grupos sociais. A relação Mídia e Lazer, pela perspectiva de Culturas Juvenis, parece relevante para diagnosticar a construção das teias sociais, o que contribui qualitativamente na reflexão dos valores e comportamentos adotados numa sociedade de consumo, produzida pela industrialização da cultura, observada a partir do paradigma sociológico dialético de análise da vida cotidiana, que dado o seu caráter de reflexão da práxis, se põe em vigilância constante, sem restringir o problema/problemática que move a pesquisa, à dogmas científicos. O quadro teórico-metodológico adotado ultrapassa uma única filiação ao pensamento científico, para ampliar seus horizontes e aprofundar aspectos que são constitutivos do cotidiano, com possibilidades que não se excluem, mas juntas criam condições de elaborar um conhecimento provisório sobre o objeto pesquisado. Para o trato com as Culturas Juvenis, expresso os jovens-sujeitos da pesquisa, que são estudantes do ensino médio na Escola Estadual 'Onze de Março' em Cáceres/MT. Os procedimentos, instrumentos e técnicas de pesquisa utilizados para elaboração do conhecimento, ainda que provisório, sobre as relações da mídia e do lazer nos cotidianos juvenis foram: i) questionário, ii) entrevistas semi-estruturadas em grupos, iii) grupos focais. Além destas técnicas, todas as observações foram registradas em diário de campo. Os dados e indícios apurados nos encontros-campo com os sujeitos, lidos através de análise de conteúdo propiciaram elaborar categorias que, somadas as observações e reflexões registradas no diário de campo a partir dos elementos do cotidiano da pesquisa tecidos com o referencial teórico-metodológico possibilitaram algumas considerações acerca da temática. O estudo aponta a necessidade de desenvolver estratégias para educação para mídia e para o lazer nas juventudes.

Endereço: http://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/102084

Ver Arquivo (PDF)

Tags: ,

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.