Lazer e Participação: a Vivência do Lazer e a Participação Social em Um Parque Público.

Por: Elton Fernandes de Oliveira.

III Congresso de Ciência do Desporto

Send to Kindle


Introdução: Tendo em vista a reduzida oferta de áreas verdes na cidade de São Paulo, em especial na região da Zona Leste, o presente estudo tenciona discutir a temática do lazer e a participação do cidadão no contexto de um parque público.

 Objetivos: A pesquisa tem por objetivo mapear as práticas de lazer dos usuários de um parque público localizado na Zona Leste da cidade de São Paulo e realizar uma reflexão acerca dos significados do lazer para estes usuários, verificando se existem mecanismos de participação social no que tange à formulação e implementação de ações de lazer no equipamento.

 Metodologia:Trata-se de uma pesquisa qualitativa de caráter exploratória  e descritiva. O qual utilizou como procedimentos metodológicos à revisão bibliográfica e a pesquisa de campo. Na pesquisa de campo utilizou-se de um questionário fechado, para verificar o perfil dos usuários, a entrevista semi-estruturada e o Diário de Campo. A pesquisa de campo foi realizada no Parque do Carmo, localizado na Zona Leste da cidade de São Paulo

Resultados: A partir da análise dos dados coletados, constatou-se a importância que os usuários atribuem ao espaço para as práticas cotidianas de lazer, festa, local para prática de atividades físicas, ao mesmo tempo que manifestam a insatisfação quanto a manutenção, limpeza e segurança do local.

 Conclusão: O presente estudo demonstra que o usuário do Parque do Carmo não desenvolveu um sentimento de pertencimento e uma relação de identidade com o espaço, e sugere ainda a necessidade do poder público ao tratar da questão do lazer, elaborar suas ações de maneira intersetorial, dialogando com as demais políticas sociais.

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.