Lazer/recreação e Formação Profissional

Por: e Suelly Therezinha Santos Moreno.

XI Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

O objetivo do trabalho foi verificar qual o grau de entendimento que o aluno
ingressante nos cursos de Graduação em Educação Física possui sobre as questões
referentes a Lazer/Recreação, do ponto de vista conceitual, de mercado de trabalho
e de atuação profissional, e quais seriam as modificações ocorridas durante o curso,
comparativamente ao ingresso, ao final e na atuação no mercado de trabalho. Foram
combinadas as pesquisas bibliográfica, documental e de campo. A bibliográfica foi
desenvolvida junto às Bibliotecas da Universidade Metodista de Piracicaba, a partir
das palavras-chave: lazer, recreação, mercado de trabalho, formação e atuação
profissional. Para as pesquisas documental e de campo foi selecionada uma cidade
do interior do estado de São Paulo, de médio porte, com Instituição de Ensino
Superior (IEP) particular, com curso de Educação Física. Configurou-se, assim, um
estudo de caso. A amostra foi estabelecida de forma não probabilística, por critérios
de representatividade e acessibilidade. A pesquisa documental foi realizada junto
à IEP, e às Organizações que desenvolvem atividades na área de Lazer/ Recreação,
onde os profissionais formados por essa IEP atuam, englobando Projeto Pedagógico
e Programas das disciplinas, no primeiro caso, e Políticas, Planejamentos e
Programações, no segundo. A pesquisa de campo foi realizada junto à IEP e aos
mesmos locais (clubes e hotel) onde os documentos foram levantados. Como técnicas
de coleta foram aplicados questionários para os alunos ingressantes e concluintes
da IEP e para os profissionais das Organizações. A análise documental, em todas as
Organizações, demonstrou uma percepção não atualizada do Lazer/Recreação,
comparativamente à teoria, analisada na pesquisa bibliográfica. O entendimento
que o aluno ingressante tem da área é o do senso comum, com algumas
especificidades relativas à sua cidade. Não foram verificadas alterações significativas
comparativamente aos concluintes, porém mostraram um entendimento mais ligado
ao mercado, limitado quase sempre à função de monitoria, e ao setor privado.
Quanto aos profissionais, o entendimento permanece limitado, ainda que mais
articulado, e sem a percepção da possibilidade de "desenvolvimento" do Lazer/
Recreação. Tanto entre os alunos, quanto entre os profissionais houve poucas
respostas preocupadas com o conhecimento específico sobre a área, o que nos faz
enfatizar a importância da relação teoria/prática como condição para superação do
"tarefismo".

Endereço: http://citrus.uspnet.usp.br/eef/uploads/arquivo/78_Anais_p447.pdf

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.