Lazer e Tecnologias da Informação e Comunicação (tics): Desafios Para Pensar a Animação Cultural na Rede – Um Estudo da Comunidade Estudiolivre.org

Por: Juliana de Alencar Viana.

Licere - v.13 - n.2 - 2010

Send to Kindle


Resumo

Esta dissertação descreve e analisa a comunidade virtual EstudioLivre.org com o intuito de  coletar elementos para a construção de parâmetros de intervenção para a animação cultural na  rede. Reconhecendo a internet como um espaço de formação, expressão e lazer, a apropriação  tecnocultural parece carecer de mais discussão sobre a questão da mediação. Nem sempre é  claro que o ciberespaço é permeado por forças antagônicas. Tornar essas relações claras e  contribuir para maior liberdade de escolha para seus usuários é uma preocupação que os  animadores podem e devem ter. Quando falamos de estratégias de mediação, inevitavelmente,  pensamos no papel político desempenhado pelos atores sociais. Perceber os usos que as  pessoas fazem da tecnologia significa repensarmos aparatos metodológicos que a abertura  desse novo campo de investigação traz à produção do conhecimento. Este estudo busca  reconhecer as novas tecnologias da comunicação e da informação, especialmente a internet,  como um produto da cultura.

Endereço: http://www.anima.eefd.ufrj.br/licere/sumario.html?ed=24

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.