Lesões Desportivas Decorrentes da Prática do Atletismo

Por: Joaquim Martins Júnior e José Emandes Feitoza.

VII Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

O atletismo, caracteriza-se como um esporte individual que exige muito do atleta fisicamente, fazendo que este apresente boa performance com treinamentos eficazes, para suportar as exigências impostas ao seu corpo sem o aparecimento de lesões. O estudo teve como objetivo geral analisar os tipos e as causas das lesões que ocorrem durante a prática do atletismo. A amostra foi constituída por quarenta e três atletas, sendo dezesseis do sexo masculino e vinte e sete do sexo feminino, com média de idade de 23,2 anos. Foi utilizado como instrumento de medida um questionário contendo cinco questões abertas e cinco questões fechadas. Os resultados mostraram que 84% do atletas já sofreram lesões, sendo que das 70 lesões, 77% ocorreram nos treinamentos e 23% nas competições. As lesões mais freqüentes foram as distensões/estiramentos, tendinites, torsões, contraturas e inflamações. A região mais atingida foi os membros inferiores com 85% das lesões nos saltadores, 85% nos corredores e 60% nos lançadores. Durante a ocorrência das lesões, 76% dos saltadores, 84% dos corredores e 85% dos lançadores não apresentavam nenhum tipo de problema de saúde, por outro lado, 52,7% dos atletas estavam ansiosos para competir e 13,8% apresentavam dificuldadesde concentração. Emrelação ao tratamento 55,5% procuraram a fisioterapia e 16,6% a fisioterapia e o médico Pode-se então, concluirque o melhor meio para não ocorrer a lesão é a prevenção, através da utilização de equipamentos e locais adequados e de treinamentos eficazes e individualizados elaborados por especialistas qualificados.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.