Lesões no Karate Shotokan e no Jiu-jitsu - Trauma Direto Versus Indireto

Por: Carla Regina Altruda, Flavio Tomazelli Faim, Inês Yoshie Nakashima, José Mario Couto de Souza, Leandro Reis da Silva e Wladimir Musetti Medeiros.

Revista Brasileira de Medicina do Esporte - v.17 - n.2 - 2011

Send to Kindle


Resumo

INTRODUÇÃO: Artes marciais como Karate e Jiu-Jitsu têm uma origem comum, porém apresentam biomecânica de movimento distintas. O Karate Shotokan tem como principal característica os golpes de impacto, já o Jiu-Jitsu utiliza projeções, estrangulamentos, torções e imobilizações. Estas diferenças poderiam promover diferentes locais de lesão. 
OBJETIVO: Verificar a frequência de lesões no Karate e no Jiu-Jitsu e comparar estas lesões entre os dois grupos estudados. 
MÉTODOS: Avaliou-se transversalmente, através de questionário aberto/fechado, 94 atletas dos três níveis de competição: internacional, nacional e estadual. Dados sobre idade de início e tempo de treino também foram avaliados. Para a comparação entre os grupos utilizou-se o teste t de student e o teste do Qui-quadrado. As diferenças foram consideradas significativas quando p < 0,05. 
RESULTADOS: 148 lesões foram relatadas em uma amostra de 53 Karatecas e 160 lesões em 41 atletas de Jiu-Jitsu. O local de maior incidência de lesão no Karate foram as mãos e dedos (15,5%) e no Jiu-Jitsu foi o joelho (16,3%). Os locais que apresentaram diferenças significativas entre os dois grupos foram: perna (0,042), boca e dentes (0,028), pescoço (0,038), ombro (0,000), cotovelo (0,001), joelho (0,000), tornozelo (0,015), orelha (0,000). 
CONCLUSÃO: Karate e Jiu-Jitsu apresentam diferenças quanto à frequência e incidência de locais de lesão. Estes achados contribuem para a elaboração de condutas preventivas e terapêuticas específicas a cada esporte.

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-86922011000200007&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.