Lesões Musculares Provocadas Por Exercícios Excêntricos

Por: Maria Raquel Marçal Natali e Naianne Kelly Clebis.

Revista Brasileira de Ciência & Movimento - v.9 - n.4 - 2001

Send to Kindle


Resumo

Devido à grande utilização da atividade física na atualidade, realizamos este estudo com o intuito de verificar quais são os fatores que contribuem para o surgimento das lesões nas fibras musculares estriadas esqueléticas, após atividades predominantemente excêntricas, assim como as alterações morfológicas estruturais e ultraestruturais que essas atividades induzem, uma vez, que a utilização de tal tipo de contração é freqüente nas academias, principalmente nos programas de sobrecarga progressiva. Verificamos, de acordo com a literatura, que nas ações excêntricas ocorre aumento de tensão nas fibras, pois estas são recrutadas em pequeno número, e isto desencadeia uma série de eventos a nível celular, danificando as fibras musculares. Um dos eventos mais importantes é o aumento da permeabilidade do íon ao cálcio, porque este provoca despolarização da membrana, aumentando os déficits contráteis. Outros fatores que podem induzir o surgimento de lesões são a fadiga muscular, os compostos reativos do oxigênio (CRO) e a alimentação. As maiores alterações morfológicas ocasionadas pelas contrações excêntricas estão relacionadas com as estruturas dos miofilamenos, dos sarcômeros e das linhas Z. PALAVRAS-CHAVE: contração excêntrica; alterações celulares; causas; atividade física.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.