Levantamento de Doping nos Jogos Escolares da Juventude no Brasil

Por: Ana Maria Pujol Vieira dos Santos, Geraldo de Albuquerque Maranhão Neto, Paulo Rodrigo Pedroso da Silva e Vandré Casagrande Figueiredo.

Revista Brasileira de Medicina do Esporte - v.23 - n.6 - 2017

Send to Kindle


Resumo

Introdução: O controle de dopagem é um meio importante para a prevenção do uso de substâncias e métodos ilegais no esporte. Objetivo: Este estudo investigou o uso autorrelatado de substâncias ilícitas entre jovens estudantes brasileiros nos Jogos Escolares da Juventude, o principal evento esportivo entre atletas em idade escolar do Brasil, com quase dois milhões de estudantes durante todas as fases. Métodos: Estudo transversal com atletas dos Jogos Escolares da Juventude de 2006 com idades entre 14 e 17 anos. Os sujeitos foram selecionados randomicamente e preencheram um questionário anônimo sobre o uso de substâncias. Foi utilizado teste do qui-quadrado para comparação de proporções entre as diferentes variáveis sobre o uso autorrelatado de substâncias. Foram realizadas análises univariada e multivariada e regressão logística. Resultados: Entre os 402 atletas (idade 14-17 anos) que tiveram participação voluntária, os resultados mostraram alta prevalência de álcool (35,8%), suplementos nutricionais (39,1%) e fumo (5,4%). Com relação às drogas ilegais e ao doping, 1,7% relataram o uso de estimulantes, 2,2% de drogas ilícitas, 0,5% de esteroides anabolizantes e 1,7% de hormônios e outras substâncias similares. Além disso, foi encontrado um uso diferente de estimulantes (especialmente judô e tênis de mesa), medicamentos (especialmente judô e xadrez) e suplementos dietéticos (especialmente natação e judô, com mais de 50% de uso relatado). Conclusão: O presente estudo sugere que o uso de substâncias entre jovens atletas é semelhante aos resultados encontrados entre os atletas adultos de acordo com o Comitê Olímpico Internacional e a Agência Mundial Antidoping, especialmente no que diz respeito ao uso de suplementos alimentares, esteroides anabolizantes e estimulantes, segundo os dados coletados por outros estudos. Consideramos que os resultados do presente trabalho indicam a necessidade de esforços específicos para monitor, prevenir e controlar o uso de substâncias entre atletas escolares em grandes eventos e competições, tais como esta pesquisa sobre dopagem nos Jogos Escolares da Juventude.

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S1517-86922017000600436&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.