Licenciatura, Bacharelado e a Graduação em Educação Física de Uma Ies da Cidade de Curitiba: Uma Análise Pela Grade Curricular

Por: Bruna da Silveira Kiotheka, Jéssica Ramos Barros e Thiago Pimenta.

IV Congreso Latinoamericano de Estudios Socioculturales Del Deporte - ALESDE

Send to Kindle


Resumo

A diferenciação da formação do técnico desportivo para o professor de Educação Física ainda é nebulosa no Brasil. Pensando na Educação Física como profissão, objetivou-se evidenciar como se operacionalizam suas disciplinas entre licenciatura e bacharelado no intuito de observar se a divisão trouxe vantagens e/ou desvantagens para a formação profissional e, consequentemente para a sociedade. Analisaram-se as grades curriculares da instituição de ensino superior pública da cidade de Curitiba mediante os referenciais de Lawson (1984), Freidson (1996) e Tardif (2002). As grades curriculares foram confrontadas a partir da analise das resoluções 03/87, 01/02 e 07/04. Considerou-se que algumas disciplinas ainda não estão bem definidas entre a licenciatura e o bacharelado e que este ultimo, enfatiza a formação de profissionais para as academias de ginástica, o que pode contribuir para limitação da formação da identidade profissional.
Palavras-chave: Educação Física. Formação profissional. Grade curricular.

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.