Listello: Muitos Compraram, Poucos Leram e Ninguém(?) Aplicou

Por: .

Corpo & Movimento - v.2 - n.5 - 1986

Send to Kindle


A idéia inicial era fazer um artigo tentando explicar a proposta do Prof. Listello sobre a organização pedagógica da classe. Isso porque já faz oito anos que a Editora da USP lançou o "Educação Física pelas Atividades Físicas, Esportivas e de Lazer". Nesses oito anos em que a proposta esteve para ser testada deu para juntar uma lista enorme de rejeições do tipo: "não li e não gostei"; "esse negócio de fazer coluna é pra exército"; "dividir assim provoca o individualismo dos alunos", que dizer, é possível que os tradutores (assumo a minha parte) não tenham conseguido expressar a proposta do Mestre Listello na versão em português.

O que mais agonia - e que poderá justificar estas maltraçadas nesta seção - é aquela determinante de país subdesenvolvido, em que a tecnologia demora dez anos para ser transferida dos países avançados para nós. O que exaspera pelo fato do livro ter sido lançado originalmente em português e dedicado aos professores de Educação Física do Brasil.

O fato de o Prof. Listello ter tido uma forte participação na criação do "método" Desportiva Generalizada, e ter sido um dos diretores do Instituto Nacional de Esportes da França durante 14 anos, faz com que os professores não prestem atenção a uma proposta feita 30anos depois.

Como a maioria dos leitores de C&M tem o livro - que relata o trabalho de 12 anos numa escola de crianças de famílias da chamada classe média baixa - passo a listar provocações a favor das "inovações" do Prof. Listello, confrontando com o que temos atualmente.

1 - A discriminação da maioria começa na classe.
Atualmente: com o sistema de seleções esportivas retira-se o mais apto do seu meio (a classe) isolando-o numa chamada seleção (da classe ou da escola).
Listello: o mais apto tem a responsabilidade na socialização do seu conhecimento, ao mesmo tempo em que não é retirado do seu meio, interagindo, também, com os conhecimentos do seu meio.

2 - Hábito de lazer se aprende por opção.
Existe a pretensão de se criar o hábito da prática de atividade física através da presença obrigatória (atualmente).
A atividade voluntária - mas de compromisso moral com o grupo - do Clube de Lazer e a participação nos campeonatos interclasse por diversão dão essa oportunidade (Listello).

3 - Oportunidade para os gordinhos e os pequenos.
Prevalece o poderio dos maiores (7ª e 8ª séries) e dos mais aptos (os da seleção) (atualmente).
O campeonato interclasse por divisão oferece oportunidade igual de participação e sucesso para todos. A IV Divisão da 5ª. série C é tão importante quanto a I Divisão da 8ª. série A, por exemplo (Listello).

4 - A comunidade escolar
Apesar de toda nossa propaganda a EF não tem promovido a comunidade escolar (atualmente).
As várias atividades do clube de lazer (de que a Associação Esportiva é apenas uma parte), possibilita a interação de alunos, pais, funcionários, outros professores, funcionários... (Listello).

5 - A responsabilidade de compromisso com o grupo e a chamada.
A chamada é "uma besteira" que não é feita, "uma chance de pronunciar o nome dos 40 alunos" ou "mais uma etapa de dominação da classe" (e que rende 10 minutos de aula) (atualmente).
A "equipe de classe" - que possibilita a execução da chamada em menos de um minuto - é uma forma de organização pedagógica para trabalhos em grupo e uma chance para que todos exerçam a responsabilidade sobre o grupo por certo tempo ("chefe de equipe de classe") (Listello).

6 - Participação dos alunos na programação das atividades.
Com o planejamento feito no começo do ano (antes até do professor conhecer os alunos) o professor passa o ano administrando atividades e exercícios (atualmente).
Com a proposta de temporadas e o sistema de "um dia jogo/um dia treino" utilizando o jogo (ou apresentação) para a avaliação da aula anterior e programação da seguinte, as atividades de EF passam a ter sentido, em vez dos alunos serem vítimas de "cangurus", "apoios de frente", exercício de dança" (Listello).

7 - O trabalho em grupo
Os 40 alunos da classe são considerados como estando no mesmo grau de habilidade, na maioria das atividades (atualmente).
As "equipes de...", que aglutinam os alunos em quatro estágios diferenciados de habilidade, proporcionam um trabalho consciente e adequado para cada grupo, que é avaliado nesse nível (Listello).

8 - O campeão real e o campeão moral
As opiniões dos professores estão divididas em "contra a competição" e "promoção exclusiva do campeão" (atualmente).
Os vencedores "moral" e "real" na engenhosa proposta de avaliar o desempenho, no confronto entre grupos de habilidades diferentes, é uma oportunidade efetiva de conscientização e participação ativa dos alunos (Listello).

9 - Todos têm seus times?
Os alunos são divididos entre os "da seleção" e "a torcida" (atualmente).
Com a realimentação do campeonato interclasses por divisão todos os alunos participam nas aulas de Educação Física, num programa de ajuda mútua e igual direito a participar das equipes dos seus níveis (Listello).
Assim, esperamos que as provocações acima levem a uma análise crítica da "proposta Listello", incorporando um pouco de tecnologia à nossa Educação Física.

Laércio Elias Pereira
Mestre em E.F. doutorando na ECA USP e
Presidente do CBCE

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.