Marcadores Psicológico, Fisiológico e Bioquímico Para Determinação dos Efeitos da Carga de Treino e do Overtraining

Por: Daniel Schimitz Freitas, Maurício Bara Filho e Renato Miranda.

Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano - v.11 - n.4 - 2009

Send to Kindle


Resumo

O treinamento desportivo é um processo que tem por objetivo romper o equilíbrio interno do organismo humano e assim, aperfeiçoar o desempenho do atleta. No entanto, o estresse provocado pelos treinamentos pode acarretar reações negativas, tal como a síndrome do overtraining. Esta inadaptação pode ser evitada pelo monitoramento dos efeitos do treinamento através de variáveis psicológicas, fisiológicas e bioquímicas. Estudos pesquisados suportam que não há um consenso sobre a eficiência de alguns marcadores, mas são unânimes quanto ao fato de um único marcador não ser capaz de monitorar e pre-venir esta síndrome. Fica clara a necessidade de outros estudos para minimizar as dúvidas e aumentar o conhecimento a cerca deste assunto que é de grande interesse dos pesquisa-dores e profissionais que estão envolvidos com o esporte de rendimento. Mediante isso, o objetivo dessa revisão foi abordar, a partir dos dados da literatura especializada, como os marcadores psicológico, fisiológico e bioquímico, especificamente, estado de humor, escore do questionário de overtraining, variabilidade da frequência cardíaca (VFC) em repouso e creatina quinase plasmática (CK), relacionam-se com a demanda de treinamento e o overtraining.


 

Endereço: https://periodicos.ufsc.br/index.php/rbcdh/article/view/1980-0037.2009v11n4p457

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.