Massagem com Bebês: Pesquisando Estratégias de Empoderamento

Por: Maria das Graças Barreto da Silva e Vitória Helena Cunha Espósito.

Motricidades - v.2 - n.1 - 2018

Send to Kindle


Resumo

Como profissionais voltadas às questões do cuidar e educar na primeira infância, nos identificamos com as premissas do fazer docente assumindo responsabilidade pela formação a partir da intervenção na realidade social, por meio da extensão. Tematizamos a Oficina de massagem com bebês, uma das ações pedagógicas do programa de extensão Massagem e Estimulação com Bebês (MEB), e percorremos uma trajetória fenomenológico-hermenêutica, com o objetivo de compreender os sentidos da experiência vivenciada por doze profissionais e uma estudante, em resposta à pergunta: Como foi sua experiência na Oficina de Massagem com Bebês? Com as categorias manifestas, trazemos, como foco deste trabalho: A contribuição à construção do vínculo mãe/pai-filho e profissionais cuidadores, desvelada na experiência da Oficina como estratégia de empoderamento social dos profissionais junto aos familiares.

Referências

AJURIAGUERRA, J. Manual de psiquiatria infantil. 2. ed. São Paulo: Masson, 1985.

BICUDO, M. A. V.; ESPÓSITO, V. H. C. (Orgs.). Pesquisa qualitativa em educação: um enfoque fenomenológico. 2. ed. Piracicaba: Editora UNIMEP, 1997.

BRASIL. Ministério da Saúde. Portaria nº 849, de 27 de março de 2017: Inclui a Arteterapia, Ayurveda, Biodança, Dança Circular, Meditação, Musicoterapia, Naturopatia, Osteopatia, Quiropraxia, Reflexoterapia, Reiki, Shantala, Terapia Comunitária Integrativa e Yoga à Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares. Práticas Integrativas e Complementares. Disponível em: < http://189.28.128.100/dab/docs/portaldab/documentos/prt_849_27_3_2017.pdf>. Acesso em: 18 nov. 2017.

BRASIL. Lei nº 13.257, de 8 de março de 2016: Dispõe sobre as políticas públicas para a primeira infância. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2016/lei/l13257.htm >. Acesso em: 18 nov. 2017.

BRASIL. Ministério da Saúde. Resolução n° 466, de 12 de dezembro de 2012: Diretrizes e normas regulamentadoras de pesquisa envolvendo seres humanos. Disponível em: < http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/cns/2013/res0466_12_12_2012.html >. Acesso em: 18 nov. 2017.

BRASIL. Guia prático de matriciamento em saúde mental. Brasília, DF: Ministério da Saúde/Centro de Estudo e Pesquisa em Saúde Coletiva, 2011.

BRAZELTON, T. B. O que todo bebê sabe. São Paulo: Martins Fontes, 1992.

BUSNEL, M. C. (Org.). A linguagem dos bebês. Sabemos escutá-los? São Paulo: Editora Escuta, 1997.

CRITELLI, D. M. Analítica do sentido: uma aproximação e interpretação do real de orientação fenomenológica. São Paulo: EDUC Brasiliense, 2006.

CUNHA, M. Z. Criança e linguagem: um ensaio preliminar. 1997. Dissertação (Mestrado em Comunicação e Semiótica) – Programa de Comunicação e Semiótica, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 1997.

ESPÓSITO, V. H. C. As confluências entre o pensamento de Merleau-Ponty e Paulo Freire. In: SEMINÁRIO EDUCAÇÃO. SABERES E IDENTIDADES: POVOS, CULTURA E EDUCAÇÕES, 2016, Cuiabá. Anais... Cuiabá, 2016.

ESPÓSITO, V. H. C. A formação como ação educativa: buscando sentidos. In: SILVA, G. T. R.; ESPÓSITO, V. H. C. (Orgs.). Educação e saúde: cenários de pesquisa e intervenção. São Paulo: Martinari, 2011. p. 25-48.

ESPÓSITO, V. H. C. Construindo o conhecimento da criança/adulto. Uma perspectiva interdisciplinar. São Paulo: Martinari, 2006.

ESPÓSITO, V. H. C. Hermenêutica. In: FAZENDA, I. Dicionário em construção: interdisciplinaridade. São Paulo: Cortes, 2001. p. 238-241.

ESPÓSITO, V. H. C. A escola: um enfoque fenomenológico. São Paulo: Editora Escuta, 1993.

FMCSV. Fundação Maria Cecilia Souto Vidigal. O que é parentalidade? Disponível em: < http://www.fmcsv.org.br/pt-br/sobre-nos/Paginas/O-que-%C3%A9-Parentalidade.aspx >. Acesso em: 18 nov. 2017.

FONTANELLA, F.; SPECK, F. P.; PIOVEZAN, A. P.; KULKAMP, I. C. Conhecimento, acesso e aceitação das práticas integrativas e complementares em saúde por uma comunidade usuária do Sistema Único de Saúde na cidade de Tubarão/SC. Arquivos Catarinenses de Medicina, v. 36, n. 2, p. 69-74, 2007. Disponível em: < http://www.acm.org.br/revista/pdf/artigos/484.pdf >. Acesso em: 18 nov. 2017.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 28. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2003.

FREIRE, P. Educação e atualidade brasileira. 1959. Tese (Doutorado) – Universidade Federal do Recife, Pernambuco, 1959.

GENESI, B. P. Massagem com bebês na perspectiva da mãe primípara: um ritual amoroso de aprendizagem mútua, disseminador de uma cultura de paz. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) – Universidade Federal de São Paulo, 2014.

HEIDEGGER, M. Ser e Tempo. Petrópolis: Vozes, 1998.

LA PLANCHE, J. Vocabulário da psicanálise. São Paulo: Martins Fontes, 1992.

LLAGUNO, N. S.; OLIVEIRA, E. A.; ROSA, L. S. L.; SILVA, M. G. B.; ESPÓSITO, V. H. C. Capacidades humanas dos bebês em revelar-se na unidade neonatal. ENCONTRO DE ENFERMAGEM NEONATOLÓGICA, 3., 2016, São Paulo. Anais... São Paulo: UNIFESP, 2016.

MARTINS, J. Um enfoque fenomenológico de currículo. Currículo como poíesis. Organização de Vitória H. C. Espósito. São Paulo: Cortez, 1992.

MARTINS, J.; BICUDO, M. A. V. A pesquisa qualitativa em psicologia: fundamentos e recursos básicos. 2. ed. São Paulo: Moraes Ltda., 1994.

NARDO, L. R. O.; SILVA, S. S.; MARIN, M. J. S. Massagem Shantala – Uma revisão integrativa. Atas do Congresso Ibero Americano em Investigação Qualitativa, v.3, p. 273-278, 2014. Disponível em: < https://proceedings.ciaiq.org/index.php/CIAIQ/article/view/484/479 >. Acesso em: 18 nov. 2017.

NASR, E. M. B.; SILVA, M. G. B.; NAGATA, M. F. A.; COTTA, M. L. A.; LUZ, C. B. S.; HURUTA, O. K. Grupos de Shantala, como prática integrativa e complementar nas Unidades Básicas de Saúde de São José dos Campos – SP. CONGRESSO PAULISTA DE SAÚDE PUBLICA, 15.; CONGRESSO DE SAÚDE PUBLICA NÚCLEO VALE DO PARAÍBA E LITORAL NORTE, 2018, Taubaté Anais... Taubaté, 2018.

OLIVEIRA, L. M.; SILVA, M. G. B. Conhecendo as reações dos lactentes ao serem massageados por suas mães. Revista da Sociedade Brasileira de Enfermeiros Pediatras, v. 3, n. 2, p. 109-120, 2003.

PUCCINI, P. T.; CECÍLIO, L. C. O. A humanização dos serviços e o direito à saúde. Cadernos de Saúde Pública, v. 20, n. 5, 1342-1353, 2004.

RICOUER, P. Hermenêutica bíblica. São Paulo: Ed. Loyola, 2006.

RICOUER, P. O discurso da ação. Lisboa: Edições 70, 1988.

RONDON FILHO, F. Metodologia científica. Programa Treinee jul. 2010. Disponível em: < https://programatraineegrupocanopus.files.wordpress.com/2010/07/roteiro-de-estudo-metodologia-cientifica.pdf >. Acesso em: 18 nov. 2017.

SAITO, C. M.; SILVA, M. G. B.; ESPÓSITO, V. H. C. A motricidade do bebê lactente em situação de massagem. COLÓQUIO DE PESQUISA QUALITATIVA EM MOTRICIDADE HUMANA: AS LUTAS NO CONTEXTO DA MOTRICIDADE, 4., 2009, São Carlos. Anais... São Carlos: SPQMH, 2009.

SBP. Sociedade Brasileira de Pediatria. Os 10 passos para a atenção hospitalar humanizada à criança e ao adolescente. Rio de Janeiro: SBP, 2003.

SHORE, R. Repensando o cérebro. Porto Alegre: Mercado Aberto, 2000.

SILVA, G. T. R.; ESPÓSITO, V. H. C. (Orgs.). Educação e saúde: cenários de pesquisa e intervenção. São Paulo: Martinari, 2011.

SILVA, M. G. B. Os sentidos das experiências vividas no programa de extensão massagem e estimulação com bebês. 2017. Tese (Doutorado em Ciências) – Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2017.

SILVA, M. G. B.; ESPÓSITO, V. H. C. Tempo bem vivido na experiência da oficina de massagem com bebês: desvelando sentidos. In: COLÓQUIO DE PESQUISA QUALITATIVA EM MOTRICIDADE HUMANA: ECOMOTRICIDADE E BEM VIVER, 7., 2017, Aracaju; São Cristóvão. Anais... São Carlos: SPQMH, 2017. p. 448-459.

SILVA, M. G. B.; ESPÓSITO, V. H. C. Massagem em bebês como ação educativa. In: SILVA, G. T. R.; ESPÓSITO, V. H. C. (Orgs.). Educação e saúde: cenários de pesquisa e intervenção. São Paulo: Martinari, 2011. p. 93-101.

SILVA, M. G. B.; ESPÓSITO, V. H. C.; OHARA, C. V. S. Pedagogia social de cuidado à criança: ação socioeducativa com graduandos no Programa de Extensão Massagem e Estimulação com Bebês (MEB). SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE PESQUISA NO ENSINO DA SAÚDE DO CEDESS, 6.; ENCONTRO PRÓ-ENSINO NA SAÚDE, 4., 2014, São Paulo. Anais... São Paulo: UNIFESP, 2014.

SILVA, M. G. B.; SAITO, C. M.; ESPÓSITO, V. H. C.; OHARA, C. V. S. Intervenção educativa junto a mãe/bebê lactente em situação de massagem. In: COLÓQUIO DE PESQUISA QUALITATIVA EM MOTRICIDADE HUMANA: ETNOMOTRICIDADES DO SUL, 6., 2015, Valdivia, Chile. Anais... São Carlos: SPQMH, 2015. p. 424-438.

SILVA, M. G. B.; ESPÓSITO, V. H. C.; OHARA, C. V. S. Os sentidos da docência na docência da enfermagem pediátrica. SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE PESQUISA NO ENSINO DA SAÚDE DO CEDESS, 6.; ENCONTRO PRÓ-ENSINO NA SAÚDE, 4., 2014, São Paulo. Anais... São Paulo: UNIFESP, 2014.

STERN, D. O mundo interpessoal do bebê: uma visão a partir da psicanálise e da psicologia do desenvolvimento. Porto Alegre: Artes Médicas, 1992.

TAFURI, D. M.; GONÇALVES JUNIOR, L. Fundamentos teórico-conceituais da pesquisa em práticas sociais e processos educativos. Educação Unisinos (online), v. 21, p. 40-49, 2017.

TAVARES, V. R.; MUNIZ, J. C.; KISELAR, B.; OHARA, C. V. S.; ESPÓSITO, V. H. C.; SILVA, M. G. B. O sentido da experiência de monitoria no Programa de Extensão Massagem e Estimulação com Bebês (MEB). CONGRESSO ONLINE – GESTÃO, EDUCAÇÃO E PROMOÇÃO DA SAÚDE, 5., 2016. Anais... Congresso Virtual Brasileiro, 2016.

VAL, M. G. C. Redação e textualidade. São Paulo: Martins Fontes, 2006.

VAN MANEN, M. Investigación educativa y experiencia vivida. Ciencia humana para una pedagogía de la acción y la sensibilidad. Barcelona: Idea Books S.A., 2003.

WEIZZFLOG, W. (Org.). Michaelis: moderno dicionário da língua portuguesa. São Paulo: Melhoramentos, 2004.

WHO. Word Health Organization. Tradicional Medicine Strategy. Genebra, 2004. Disponível em: < http://www.who.int/medicines/areas/traditional/definitions/en/ >. Acesso em: 11 out. 2016.

Endereço: http://www.motricidades.org/journal/index.php/journal/article/view/2594-6463.2018.v2.n1.p3-16

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.