Matamos as Meninas: Notas e Comentários à Tradução do Ensaio On Tues Les Petites Filles, de Leïla Sebbar

Por: Marina Donato Scardoelli.

229 páginas. 2019 03/09/2019

Send to Kindle


Resumo

Esse trabalho tem por objetivo apresentar a tradução parcial comentada do ensaio On tue les petites filles : une enquête sur les mauvais traitements, sévices, meurtres, incestes, viols contre les filles mineures de moins de 15 ans, de 1967 à 1977 en France, publicado em 1978 pela autora argelina Leïla Sebbar, cuja extensa bibliografia é composta por obras que remetem, principalmente, ao universo feminino, a questões de identidade, imigração e exílio. O ensaio que compõe nosso objeto de estudo é um dos mais expressivos da carreira da autora e traz relatos de abusos e violência contra meninas menores de quinze anos, como maus tratos, assassinato, incesto, pedofilia e estupro, nos anos de 1967 a 1977 na França. Em nossa pesquisa, buscamos esclarecer, por meio das notas do tradutor, questões culturais, históricas, linguísticas e ideológicas que julgamos relevantes para a tradução, baseando-nos em teorias pós-modernas de tradução que procuram incorporar a pauta feminista em sua prática. Além disso, também fazemos uma reflexão sobre o gênero tradução comentada e as possibilidades de leitura que se abrem com a nota do tradutor.

Endereço: http://hdl.handle.net/11449/183662

Tags: Nenhuma cadastrada :(

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.