Maturação Esquelética e Desempenho Motor em Crianças e Adolescentes

Por: Dalmo Roberto Lopes Machado.

91 páginas. 2004 07/01/2004

Send to Kindle


Resumo

Os resultados do desempenho motor (DM) na adolescência podem ser imprecisos quando os fatores de crescimento, idade biológica e idade cronológica (IC) não são considerados. A idade óssea (IO) é reconhecida como eficiente indicador biológico, assim, a identificação da IO em função do crescimento e o DM resultante foi objeto de estudo em 233 escolares de 9 a 16 anos de ambos os sexos (fem=109;masc=114). A IO foi determinada por radiografia do punho das mãos e o DM medido em testes de aptidão física. A IO foi maior (0,7 anos) e mais abrangente que a IC, com maiores efeitos no sexo feminino. As moças estavam mais maduras que os rapazes em todas as idades, todavia eles representaram maiores médias de DM, estatura, peso corporal e menor valor de gordura. O crescimento foi mais concordante com o IO enquanto o DM com o IC, sem significância estatística para ambos os sexos. Conclui-se que ao classificar adolescentes segundo o crescimento, a maturação é indispensável, porem quando o DM está envolvido, as informações de IC e sexo soa suficientes.

Endereço: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/39/39132/tde-14072006-095730/pt-br.php

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.