Mecanismos Alternativos de Financiamento Para o Esporte de Alto Rendimento no Brasil

Por: Rene Vinicius Donnangelo Fender.

E-Legis - Revista Eletrônica do Programa de Pós-graduação da Câmara dos Deputados - v.10 - 2017

Send to Kindle


Resumo

Após as Olimpíadas de 2016 houve mudança no financiamento do esporte de alto rendimento no Brasil. A diminuição da atividade econômica do país impacta tanto o financiamento público quanto o privado. O presente estudo, de caráter qualitativo e exploratório, buscou, através de pesquisa bibliográfica, identificar em outros países mecanismos alternativos que contribuem com financiamento do esporte. Argentina, Colômbia, Costa Rica, Bolívia e Peru possuem em comum legislações com a característica principal de arrecadar recursos através de impostos e taxas sobre serviços de telefonia móvel, cigarros, bebidas e jogos de azar. Assim, esses países apresentam alternativas de financiamento por meios que não sejam repasses diretos do governo, acenando para que estudos futuros possam expandir a compreensão do tema com exemplos de outros países.

Endereço: http://e-legis.camara.leg.br/cefor/index.php/e-legis/article/view/390

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.