Meditação Mindfulness e Estímulo Audiovisual : Influência na Ativação Percebida, Parâmetros Psicofisiológicos e Desempenho de Atletas de Tiro com Arco

Por: Priscila Chierotti dos Santos.

85 páginas. 2017 14/11/2017

Send to Kindle


Resumo

Resumo: Na psicologia do esporte a ativação percebida tem sido considerada um fator essencial para alcançar o alto rendimento, ao ponto que sua manipulação pode ser utilizada como forma de maximizar o desempenho. Diversas teorias procuram explicar os mecanismos responsáveis pelas modificações na performance, pois, embora amplamente discutido, esse assunto não possui conclusões definitivas. Diante disso, o presente estudo será dividido em dois trabalhos na tentativa de identificar possíveis explicações para os fenômenos psicofisiológicos decorrentes da aplicação de estímulos audiovisuais e meditação com variadas características de ativação. O primeiro estudo analisará a variabilidade da frequência cardíaca e variável psicológica durante a aplicação de estímulos audiovisuais em três níveis de ativação: alta ativação, que contém cenas de animais selvagens e música com mais batidas por minuto (bpm); baixa ativação, que contém cenas de paisagens e música calma (menor bpm) e o de ativação neutra com música neutra e cena de transeuntes em uma avenida. O intuito será verificar se essas variações influenciam no desempenho de atletas de tiro com arco. O segundo trabalho investigará a utilização de meditação mindfulness, em atletas de tiro com arco, a fim de verificar o seu efeito no desempenho, ativação percebida, prazer e variáveis cardiovasculares. Assim, a hipótese do presente estudo é de que os estímulos audiovisuais e de meditação atuariam modificando o desempenho tanto por uma perspectiva positiva quanto negativa, permitindo ao atleta conhecer quais fatores o auxiliariam em sua prática esportiva. Como resultados, algumas dessas hipóteses foram confirmadas, no primeiro estudo, o estímulo de ativação neutra foi responsável por melhorar o desempenho enquanto o de alta ativação piorou. Além disso, os atletas reportaram maior ativação após receberem o estímulo de alta ativação. Já no segundo estudo, a meditação mindfulness foi responsável por melhorar o desempenho dos atletas, bem como as variáveis cardíacas e de afeto. Diante disso, conclui-se que estímulos capazes de alterar níveis de ativação percebida podem ser utilizados com a finalidade de aprimorar o desempenho, por meio de alterações fisiológicas e psicológicas.

Endereço: http://www.bibliotecadigital.uel.br/document/?code=vtls000216197

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.