Memórias dos Atletas Olímpicos dos Clubes Sul-rio-grandenses (1960-1972)

Por: .

2013 26/08/2013

Send to Kindle


Resumo

Os Jogos Olímpicos da Era Moderna são eventos quadrienais com origem na Grécia Antiga, onde os registros datam aproximadamente 776 a.C. No final do século XIX, os Jogos Olímpicos foram recriados pelo barão francês Pierre de Coubertin, sendo a primeira edição datada de 1896. Desde então, os Jogos Olímpicos, conquistaram relevância no cenário mundial, com um número cada vez maior de países participando. O Brasil enviou uma representação de atletas pela primeira vez nos Jogos Olímpicos de 1920 realizados na Antuérpia (Bélgica). Nesta delegação já havia atletas de clubes sul-rio-grandenses, que inclusive conquistaram medalhas olímpicas para o país. Nas edições seguintes dos Jogos, nas quais o Brasil participou, além de atletas oriundos dos estados de São Paulo e Rio de Janeiro havia atletas sul-rio-grandenses na delegação, mas em menor número. Tendo em vista que não existem atletas sul-rio-grandenses vivos que participaram de edições dos Jogos Olímpicos anteriores a 1960 e com a intenção de privilegiar a História Oral da participação dos atletas, a pesquisa tem marco inicial as edições dos Jogos Olímpicos da década de 1960. O recorte temporal final é o ano de 1972, pois até esta data o Comitê Olímpico Brasileiro não tinha sua atuação normatizada, embora sua fundação seja datada do ano de 1935. Considera-se que com a promulgação da Lei nº 6.251, de 8 de outubro de 1975, regulamentada pelo Decreto nº 80.228 de 25 de agosto de 1977, a atuação Comitê Olímpico Brasileiro assume outros contornos, os quais são evidenciados na participação brasileira nas próximas edições dos Jogos Olímpicos. Tendo em vista este contexto apresentamos a questão norteadora deste estudo: como ocorreu a participação de atletas olímpicos dos clubes sul-riograndenses nos Jogos Olímpicos de Verão no período compreendido entre os anos de 1960 a 1972? Além das fontes orais, para a realização desta pesquisa utilizaramse fontes impressas, tais como a Revista do Globo, os Jornais “A Federação”, “Correio do Povo”, “Correio da Manhã”, “Jornal do Brasil”, “O PAIZ”, o Atlas do Esporte no Brasil e o Atlas do Esporte no Rio Grande do Sul. As fontes revelaram que vários atletas sul-rio-grandenses almejaram participar dos Jogos Olímpicos, mesmo sabendo das dificuldades como falta de recursos, estrutura e apoio governamental, principalmente nas primeiras décadas do século XX. Os atletas sulrio- grandenses participaram de diversas modalidades nos Jogos Olímpicos entre elas: Tiro Esportivo, Lançamento de Dardo, Remo, Vela, Pentatlo Moderno, Basquetebol, Voleibol, Natação e Futebol. Tais esportes eram promovidos pelos clubes sul-rio-grandenses, sendo algumas destas práticas iniciadas na segunda metade do século XIX. Embora os atletas olímpicos sul-rio-grandenses tenham obtido títulos de campeões estaduais, brasileiros e sul-americanos, não conseguiram o mesmo êxito nos Jogos Olímpicos. Talvez por isso, as publicações acadêmicas, em geral, abordam a participação dos atletas medalhistas nos Jogos Olímpicos. No que se refere aos atletas que não ascenderam ao pódio nos Jogos Olímpicos, os jornais dedicaram pouco espaço. Além disso, tanto os jornais quanto as outras fontes históricas consultadas, quando apresentam registros sobre os atletas olímpicos, divergem nas informações quanto aos nomes dos atletas sul-riograndenses e os resultados nas competições. Por fim, o presente estudo buscou contribuir reunindo informações sobre a vida esportiva dos atletas sul-riograndenses, com o intuito de refazer o caminho trilhado pelos mesmos até a sua participação nos Jogos olímpicos.

Endereço: http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/79519

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.