Memórias Esportivas: Uma História da Subjetividade Urbana

Por: Eliane Ribeiro Pardo e Luiz Carlos Rigo.

Revista Brasileira de Ciências do Esporte - v.25 - n.2 - 2004

Send to Kindle


Resumo

Tomando como referência a memória, os estudos culturais e os estudos históricos de Michel Foucault, este artigo se propõe a analisar a emergência, a proliferação e a consolidação das práticas esportivas no corpo social da cidade de Pelotas, (RS). Partindo dos anos de 1950, 
procuramos analisar algumas singularidades, continuidades e rupturas presentes nas práticas esportivas da cidade, observando como elas forjaram um ethos esportivo constitutivo de modos de subjetivação urbanos que, ao serem problematizados, auxiliam a compreensão de nós mesmos, nossas inserções em determinadas configurações culturais e nossas opções éticas do presente. Neste texto, a referência empírica central será a Revista dos Esportes, periódico local editado de 1948 a 1958.

Endereço: http://www.rbceonline.org.br/revista/index.php/RBCE/article/view/224

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.