Mensuração Eclassificação da Intensidade do Esforço Durante Diferentes Práticas do Futsal

Por: Adilson André Martins Monte, Fernanda C. S. Guidarini e Maria Joana Duarte Caetano.

VII Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

O esporte mais praticado no Brasil, Futsal, nos últimos anos sofreu uma série de mudanças em relação aos métodos de treinamento e sua prática, devido principalmente às modificações nas regras do jogo. Esta pesquisa teve por objetivo medir e classificar a intensidade durante 10 minutos de jogo (treinamento tático coletivo) em dois grupos distintos. Aamostra foicomposta por indivíduos do sexo masculino. Grupo 1: 9 integrantes (25,1 ± 6,37 anos) da seleção da UFSC (campeã dos 46’JUCS/98) que treinam 4 vezes/semana com duração de 2 horas e grupo 2: 10 praticantes (21,4 ± 3,02 anos) da Educação Física Curricular da UFSCque jogam de forma recreativa 2 vezes/ semana com duração de 1 hora. Para o registro dos dados, utilizou-se monitores de freqüência cardíaca e cronômetro. No grupo 1, o valor da intensidade média foi de 86% da FCmáx (167,51 ±13,25 bpm); no grupo 2, o valor foi de 91% da FCmáx (181,43 ± 8,79 bpm). Quanto a classificação, no grupo 1, a intensidade permaneceu dentro da zona de treinamento anaeróbio (80 a 90% da FCmáx) e no grupo 2, atingiu a zona de esforço máximo (90 a 100% da FCmáx). Concluiu-se que os praticantes de futsal destes grupos, trabalham num grau de intensidade elevado. Além dos objetivos propostos, percebeu-se através da aplicação deste trabalho, que o jogo é extremamente estimulante, fazendo com que atinjam tais intensidades sem motivações externas.

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.