Mensuração da Força Isométrica e Sua Relação com a Velocidade Máxima de Jovens Nadadores com Diferentes Níveis de Performance

Por: Orival Andries Junior e Paulo Cezar Marinho.

Revista Brasileira de Ciência & Movimento - v.12 - n.1 - 2004

Send to Kindle


Resumo

Com o intuito de investigar a relação entre a força isométrica máxima (MIF) e a performance da velocidade máxima de nado (V15), foram investigados 19 nadadores do sexo masculino, com idade, peso e altura de 14,5 + 1,12 anos; 61,1 + 14,8 kg e 164,8 + 37,6 cm respectivamente, posteriormente subdivididos em 2 grupos distintos (G1 – maior nível de performance e G2 – menor nível de performance). A avaliação da MIF foi efetuada mediante a utilização de um dinamômetro. A V15 foi calculada a partir do tempo utilizado para a superação de uma distância de 15 metros estilo crawl obtido mediante filmagem. Os resultados mostraram existir uma moderada correlação (r= 0,57) entre a MIF e a V15 quando a amostra foi analisada de forma integral, no entanto a magnitude desta correlação sofreu variações consideráveis quando a mesma foi realizada dentro de grupos mais homogêneos e com diferentes níveis de performance, onde os coeficientes para G1 e G2 foram r= 0,22 e r= 0,85 respectivamente, sugerindo que quanto maior for o nível dos nadadores, mais próximo da especificidade deverão ser os métodos empregados na mensuração da força. PALAVRAS-CHAVE: natação, mensuração, força isométrica, performance, velocidade.

Endereço: http://portalrevistas.ucb.br/index.php/RBCM/article/viewFile/545/569

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.