Mensuração da Força de Preensão Palmar em Pacientes Portadores de Hanseníase Atendidos em Nível Ambulatorial

Por: Demóstenes Moreira e Rosicler R. A. Alvarez.

Arquivos de Ciências da Saúde da Unipar - v.6 - n.3 - 2002

Send to Kindle


Resumo

O comprometimento neural é considerado o principal fator fisiopatogênico de todas as formas clínicas da hanseníase. Observa-se que a força de preensão palmar encontra-se comprometida como conseqüência do dano neural. O objetivo do presente estudo foi o de mensurar a força de preensão palmar em um delineamento observacional, onde 50 pacientes portadores de hanseníase foram estudados e comparados com 50 indivíduos saudáveis. Durante a mensuração da força de preensão palmar utilizou-se o dinamômetro hidráulico de mão – Jamar®. Os resultados obtidos mostraram que houve diferença estatisticamente significativa entre os grupos estudados (p<0,05). Conclui-se que existe uma tendência à fadiga muscular da força de preensão palmar em pacientes portadores de hanseníase, mesmo que se estabeleça intervalos de descanso entre as repetições.

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.