Mercado de Emprego das Ciências do Desporto: o Caso Português Numa Abordagem à Educação Física

Por: Ana Maria Amorin Sampaio da Silva, Carlos Manuel Portela Braz e Mário Rui Coelho Teixeira.

Revista Brasileira de Ciências do Esporte - v.33 - n.1 - 2011

Send to Kindle


Resumo

Este trabalho analisou o número de inscritos e diplomados pelo ensino superior, assim como o número de docentes concorrentes aos 2º e 3º ciclo do ensino básico e secundário. A amostra foi recolhida junto de instituições de Ensino Superior portuguesas. Foram, também, analisa­dos os docentes colocados, não colocados e excluídos que concorreram ao ensino público de Educação Física nos anos lectivos de 2004/05 a 2006/07. Concluímos que o padrão de empregabilidade verificado sugere uma saturação deste segmento de mercado de trabalho, embora existam pequenos sinais de ténue retoma do equilíbrio da relação oferta-procura a longo prazo. Nos 2º/3º ciclos e secundário, é pouco provável a recuperação do potencial de emprego no submercado da Educação Física para recém-licenciados.

Endereço: http://revista.cbce.org.br/index.php/RBCE/article/view/658

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.