Mercado, Escola e a Formação de Jogadores de Futebol no Brasil

Por: , Fellipe Lemos de Paula Barros, José Regato Brandi Neto, Leonardo B. Silva de Melo e Tiago Lisboa Bartholo.

XVI Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte - CONBRACE

Send to Kindle


Resumo

O objetivo do estudo é refletir sobre a relação entre a profissionalização no futebol e a escolarização. O Brasil exportou para o exterior nos últimos seis anos 5.117 jogadores. Deste contingente emigraram para Europa 2.945, isto é, 57,55% do total. Argumentamos que estamos diante de uma agência que: recruta jovens do sexo masculino, em geral das camadas populares, para atuarem no mercado interno ou externo do futebol; e se configura num tipo de negócio que dá base à criação de uma indústria de formação profissional, que pode estar em competição com a escolarização básica dos jovens aspirantes a atletas profissionais.

Endereço: http://congressos.cbce.org.br/index.php/conbrace2009/XVI/paper/view/1000

Ver Arquivo (PDF)

Tags: ,

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.