Mesmo Eu Sou Muito Ruim, Não Espere Muito de Mim. Reflexões Sobre a Prática Etnográfica em Torno do Esporte

Por: Julia Hang.

Impetus - v.9 - n.1 - 2015

Send to Kindle


Resumo

O presente trabalho expõe uma jornada através de alguns dilemas metodológicos do fazer etnográfico quando fazemos antropologia em contextos esportivos próximos ou dos quais fazemos parte. A partir de um diálogo com os materiais de campo de meu próprio trabalho etnográfico, analisaram-se algumas situações ocorridas durante o trabalho de campo com nadadores "mestres", focalizando a reflexão sobre três problemas principais: o que se refere à possibilidade de relativismo. e seus limites, o que emerge do papel do pesquisador nas interações de campo e, por fim, a questão emocional e o lugar que afeta o brincar em nosso trabalho de campo. Desta forma, a reflexão metodológica será considerada como um meio para melhorar nosso conhecimento social.

Endereço: http://revistaimpetus.unillanos.edu.co/impetus/index.php/Imp1/article/view/126

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.