Mídia, Construção da Derrota e o Mito do Herói

Por: Ronaldo George Helal.

Motus Corporis - v.5 - n.2 - 1998

Send to Kindle


Resumo

Introdução A derrota do Brasil para a França na final da Copado Mundo de 1998 suscita algumas questões sobre as narrativas de construção de conquistas e derrotas e a representação social dos ídolos na modernidade. Sendo assim, pretendo analisar a forma como foram narrados os acontecimentos que marcaram a derrota da Seleção e a cobertura do noticiário esportivo sobre o jogador Ronaldinho durante a Copa do Mundo de 19982. Esta análise torna-se importante por duas razões. Primeiro, porque entendo que a dramatização de um - fato é, freqüentemente, mais importante do que o fato em si na compreensão dos princípios que norteiam o imaginário coletivo. Segundo, porque um olhar cuidadoso sobre o material jornalístico impresso nos ajuda a entender os recursos acionados pela mídia na construção da trajetória mítica do herói na modernidade.

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.