Mídia e Jogos Paralímpicos no Brasil: a Cobertura da Folha de S. Paulo Entre 1992 e 2016

Por: Amanda Paola Velasco, , Sabrina Furtado e .

Revista Brasileira de Ciências do Esporte - v.41 - n.2 - 2019

Send to Kindle


Resumo

O objetivo desta pesquisa foi o de caracterizar a cobertura da Folha de S.Paulo durante as edições dos Jogos Paralímpicos de 1992 a 2016. O estudo foi de caráter quantitativo e descritivo. Concluímos que o esporte paralímpico ganhou gradativa visibilidade na FSP, apresentou um salto quantitativo de notícias entre 1996 e 2000 e outro a partir de 2012. A maioria das notícias se voltou para atletas e modalidades que envolvem esportistas com deficiência física. O jornal também privilegiou publicações de modalidades com um maior número de medalhas, mais especificamente a natação e o atletismo. Exploramos hipóteses que explicam estes dados e tecemos considerações que podem contribuir para a qualificação da mídia em sua cobertura do esporte para pessoas com deficiência

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S0101-32892019000200190&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.