Mitos e Verdades Sobre Fl Exibilidade: Refl Exoes Sobre o Treinamento de Fl Exibilidade na Saúde dos Seres

Por: N. M. Jabur e T. T. Almeida.

Motricidade - v.3 - n.1 - 2007

Send to Kindle


Resumo

337 {Revisão Mitos e verdades sobre fl exibilidade: refl exoes sobre o treinamento de fl exibilidade na saúde dos seres humanos. Tathiane Tavares de Almeida1 e Marcelo Nogueira Jabur1 1 Universidade de Ribeirão Preto (UNAERP) – Ribeirao Preto- São Paulo- Brasil. Almeida, T. T.; Jabur, N. M.; Mitos e verdades sobre fl exibilidade: refl exoes sobre o treinamento de fl exibilidade na saúde dos seres humanos. Motricidade 3(1): 337-344 Resumo Este artigo procura observar o posicionamento da comunidade científi ca sobre o tema fl exibilidade e alongamento, no que diz respeito às questões de efi ciência na preparação para executar exercícios físicos, no processo de recuperação após treinos intensos e, a discussão sobre a interferência do treinamento desta capacidade na reabilitação ósteo-músculo-articular. Inúmeros são os estudos realizados que afi rmam diversos benefícios e prejuízos dos exercícios de alongamento e ganhos de fl exibilidade. Quanto à prevenção de lesões, muitos são os autores que defendem a idéia de que o alongamento tem uma importante ação preventiva. Porém, podemos observar que a maioria dos que são a favor desta idéia, destacam o alongamento como parte importante do treinamento e não como sendo apenas alguns exercícios preparatórios antes do treino. Em se tratando de exercícios de alongamento após esforços físicos, parece que o ideal são exercícios moderados de alongamento para evitar um encurtamento muscular, não devendo, portanto, serem utilizados exercícios visando ganhos de fl exibilidade, pois o músculo fatigado não pode responder prontamente ao refl exo de proteção. No tratamento das lesões do tecido conjuntivo, o alongamento está indicado para recuperação do comprimento normal do tecido, não sendo mencionada nenhuma vantagem em grandes ganhos de fl exibilidade. Palavras-chave: alongamento, fl exibilidade, hipomobilidade, hipermobilidade. Data de submissão: Setembro 2005 Data de Aceitação: Dezembro 2006 Abstract Myths and trues about fl exibility: refl ections about the stretch training in the health of human being This article aims to address the views of the scientifi c community in regard to fl exibility and stretching concerning the effi ciency of preparation to perform physical exercises, the recovery process after intense training activities, and the analysis of the infl uence of training such skills on osteomuscular and articulatory rehabilitation. Innumerable studies have been conducted which demonstrate the benefi ts and harms of stretching and fl exibility-gain exercises. In regard to the prevention of lesions, a number of authors maintain that stretching plays an important preventive role. However, it can be noticed that most of those who support this idea highlight stretching as an important part of training, instead of just a few preparation exercises prior to training. As far as stretching following physical strain is concerned, it seems that moderate stretching is ideal in order to prevent adaptive muscle shrinking. Therefore, stretching strained muscles with a view to gaining fl exibility should not occur because fatigued muscles cannot promptly respond to the protective refl ex. In treating lesions of the connective tissue, stretching is recommended for recovery of its normal length, whereas no advantages to fl exibility gains are reported. Key words: stretching, fl exibility, hipomobility, hipermobility. motricidade3vol1111.indd 74 10-06-2007 20:45:22

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.