Modelagem Fuzzy Para Apoio à Tomada de Decisão Sobre as Condições de Trabalho em Marmorarias

Por: Alex Luiz de Souza, Alexandre Borges Fagundes, Débora Barni de Campos, Delcio Pereira, Diogo José Horst, Luis Gustavo Baron e Rafaelly Gruber.

Revista Brasileira de Qualidade de Vida - v.9 - n.4 - 2017

Send to Kindle


Resumo

OBJETIVO: Desenvolver um modelo fundamentado em lógica fuzzy, com o intuito de dar apoio à tomada de decisão pelos gestores de marmorarias, no tocante a tornar este ambiente de labor um local mais adequado para se trabalhar.MÉTODOS: Para a elaboração do modelo foram utilizados conhecimentos básicos de ergonomia, no que se refere a situações relacionadas ao ruído, poeira, vibração e iluminação, fundamentadas por normas regulamentadoras (NR) elaboradas pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) e aprovadas pelo Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO) com o objetivo de promover e preservar a saúde dos trabalhadores. Um estudo de caso foi aplicado em uma marmoraria localizada no planalto norte do estado de Santa Catarina. Pautado no referencial teórico de Iida (2005) e Kroemer e Grandjean (2005) este estudo avaliou as condições ergonômicas existentes, frente às condições ideais para se trabalhar no ramo lapidário.RESULTADOS: O modelo apresentou resultados numéricos, através da utilização de variáveis de entrada quali-quantitativas, que são o mote da lógica difusa (fuzzy).CONCLUSÕES: A análise de apoio à tomada de decisão legitimou o uso do modelo como contribuição às escolhas do gestor, através de um modelo de árvore de decisão do tipo top-down.

Endereço: https://periodicos.utfpr.edu.br/rbqv/article/view/5646

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.