Modernismo, Raça e Corpo: Fernando de Azevedo e a Questão da Saúde no Brasil (1920-1930)

Por: .

Revista Brasileira de Ciências do Esporte - v.30 - n.2 - 2009

Send to Kindle


Resumo

Este estudo consistiu em compreender o impacto do modernismo, a partir dos anos de 1920 e 1930, na questão da saúde no Brasil. Para tanto, analisaram-se as obras de Fernando de Azevedo, em suas teorias sobre saúde e raça do brasileiro. Esse problema revelou uma nova mentalidade de valorização das raças brasileiras e, sobretudo, de um pensamento de intervenção no campo da saúde e da educação física.

Endereço: http://www.rbceonline.org.br/revista/index.php/RBCE/article/view/435

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.