Modo de Produção, Cultura, Escola e Currículo: Uma Visão Antropológica

Por: Beatriz Mânica P. da Cruz.

Kinesis - v.4 - n.2 - 1988

Send to Kindle


Resumo

O saber humano, verdadeiro ou imaginário, não pode ser conside­rado todo o saber humano, todo um saber geral. como assegura Fichte (1794) in: Os Pensadores (1980), partindo do pressuposto que um filosofo ou outro pensador tivesse abarcado todo o saber verda­deiro e pudesse, através de uma indução, provar que este saber esta contido em um sistema, com isso estaria muito a quem de ter chegado a um conhecimento total. como pretender, por sua indução, por mais complexa que seja, mas uma indução baseada na experiência do agora, demonstrar ou fixar um conhecimento acabado, limitando que no futuro nenhuma descoberta podera ser feita, que não seja adequada ou que se adapte a seu sistema, a sua conclusão?

Endereço: http://cascavel.ufsm.br/revistas/ojs-2.2.2/index.php/kinesis/article/view/10331

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.