Monitoramento de Cargas de Treinamento em Ciclistas Treinados Durante Um Macrociclo de Treinamento e Suas Relações com Estados de Humor, Sistema Imune, Infecção do Trato Respiratório Superior e Desempenho

Por: Homero Gustavo Ferrari.

147 páginas. 2011 00/00/0000

Send to Kindle


Resumo

O presente trabalho teve como objetivo geral monitorar indicadores de carga interna
de treinamento em ciclistas bem treinados durante um macrociclo completo de
treinamento e competições (29 semanas) e verificar as possíveis correlações entre
desempenho, carga de treinamento, estados de humor, sintomas de infecções do
trato respiratório superior (ITRS) e indicadores hematológicos e imunológicos . A
amostra foi composta por oito ciclistas bem treinados do gênero masculino, com
idade 18 ± 2 anos. Durante o período monitorado, foram avaliadas as cargas de
treinamento, limiar anaeróbio (Lan), potência anaeróbia, desempenho em campo,
indicadores hematológicos e imunológicos, estados de humor e sintomas de
infecção do trato respiratório superior (ITRS). As análises estatísticas de todos os
resultados foram executadas com auxílio do pacote estatístico Statistica, versão 7.0
(Statistica, Tulsa, USA) e, em todas as análises, o nível de significância adotado foi
p<0,05. Os testes foram selecionados conforme os objetivos do estudo. Todos os
dados inicialmente foram submetidos ao teste de Shapiro-Wilks, para verificar a
normalidade. Uma ANOVA one way para medidas repetidas, seguida pelo post-hoc
de Tukey, foi utilizada para a comparação de variáveis entre os períodos de
treinamento, enquanto o teste de correlação de Pearson foi utilizado para
correlacionar as variáveis entre si. Os resultados revelaram que os valores
encontrados em indicadores de carga interna não foram diferentes estatisticamente
entre os períodos avaliados, com valores em unidade arbitrária (UA) para carga de
treinamento de 4670 ± 584, 4251 ± 268 e 4231 ± 129; monotonia 1,9 ± 0,3, 1,6 ± 0,1
e 2,0 ± 0,1; strain 9633 ± 2267, 6898 ± 656 e 9501 ± 563 e volume (Km) 364 ± 40,
352 ± 21 e 342 ± 6,7, respectivamente para período preparatório, competitivo 1 e
competitivo 2. Também não foram encontradas alterações significativas nos estados
de humor entre os períodos, entretanto, correlações positivas e significantes foram
encontradas entre os domínios tensão e confusão e carga de treinamento no
período preparatório, respectivamente r=0,76 e r=0,79. Parâmetros imunológicos
não foram alterados entre os períodos, no entanto, os parâmetros hematológicos
aumentam nos períodos competitivos em relação ao preparatório. O total de
sintomas de ITRS por atleta aumenta ao final do período preparatório em relação a
linha de base, respectivamente, 3,5 ± 1,2 x 13,1 ± 2,7. Limiar anaeróbio e potência
anaeróbia aumentam de maneira significativa ao final do período preparatório em
relação a linha de base, enquanto o desempenho aumenta significativamente ao
final do período competitivo 1 em relação a linha de base e período preparatório.
Dessa forma, os resultados encontrados nos permite sugerir as seguintes
conclusões: a) não foram verificadas alterações significativas nos indicadores de
carga interna ao longo do macrociclo, entretanto, houve aumento significativo na
intensidade do treinamento no período competitivo; b) estados de humor não se
alteram de maneira significativa durante o macrociclo, entretanto, relação
significativa foi verificada entre aumento percentual de carga de treinamento e
alterações negativas nos domínios tensão e confusão; c) o modelo de treinamento
realizado não promoveu alterações significativas nos parâmetros imunológicos
mensurados, entretanto, alterou significativamente indicadores de ITRS que se
correlacionou de maneira significativa com o strain e d) o Lan, potência anaeróbia,
desempenho e parâmetros hematológicos aumentam significantemente no período
competitivo em relação ao período preparatório, em adição, as correlações obtidas
entre as variáveis apontam significantes relações entre intensidade de treinamento
com desempenho e parâmetros hematológicos.
 

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.