Morte Súbita em Atletas: Protocolos e Rotinas Adotados Por Clubes de Futebol Profissional em São Paulo

Por: Julia Helena Garcia e Mildred Patrícia Ferreira da Costa.

Revista Brasileira de Medicina do Esporte - v.17 - n.3 - 2011

Send to Kindle


Resumo

A morte súbita cardíaca em atletas não é um fato novo e nem isolado. Historicamente, ela atinge principalmente atletas jovens, tendo como maior incidência a cardiomiopatia hipertrófica. No ano de 2005, a Sociedade Brasileira de Medicina do Esporte instituiu a Diretriz sobre a Morte Súbita no Exercício e no Esporte. A implementação dessas recomendações por clubes de futebol profissional poderá contribuir para detecção precoce de risco e prevenção de morte súbita nesses atletas. 
OBJETIVO: Identificar a adoção de protocolos e rotinas por clubes de futebol profissional quanto à avaliação pré-participação dos atletas e sua adequação à Diretriz. 
MÉTODO: Todos os clubes de futebol profissional do município de São Paulo pertencentes à Federação Paulista de Futebol foram avaliados através de entrevista com o médico responsável pelo Departamento Médico de cada clube, após aprovação do projeto pelo Comitê de Ética em Pesquisa e autorização do sujeito de pesquisa. As respostas foram submetidas à estatística descritiva e comparadas à Diretriz. 
RESULTADOS: Nenhum clube adota integralmente os exames sugeridos pela Diretriz; contudo, os exames como anamnese completa com enfoque cardiovascular, teste ergométrico e eletrocardiograma de repouso são realizados por todos. O ecocardiograma é realizado por 82,5% dos clubes. 
CONCLUSÃO: Todos os clubes avaliados seguem um protocolo institucional que contempla parcialmente as recomendações da Diretriz. Sugere-se a integração entre os órgãos responsáveis pelo esporte no Brasil e parcerias privadas com o objetivo de diminuir o custo efetivo dos exames.

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-86922011000300002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.