Motivação em Esportes Universitários Coletivos: Existe Diferença Entre Homens e Mulheres?

Por: Kaio Borges Guerrero e Paula Teixeira Fernandes.

VI Congresso Sudeste de Ciências do Esporte

Send to Kindle


Resumo

A motivação é baseada na interação entre o indivíduo e o ambiente. No contexto do treinamento esportivo universitário, lacunas científicas ainda existem. De acordo com a Teoria da Autodeterminação, o atleta navega nas diferentes motivações, cabendo à comissão técnica, identificar e intervir, melhorando o rendimento e evitando o abandono à prática. O objetivo foi comparar os níveis de motivação de acordo com o gênero, em 125 atletas universitários, entre 18 e 30 anos, modalidades coletivas, através do questionário SMS-2. Os dados se comportaram de forma crescente, da desmotivação à motivação intrínseca em ambos os gêneros, sem diferença estatisticamente significativa entre eles (p=0,142). Dessa forma, concluímos que nesta população, o gênero não influencia a motivação do atleta.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.